Promoção - MEU PAI É
Geral

Empresa tem 30 dias para instalar bloqueador de celular no Presídio Regional de Joinville

13 Jul 2012 - 12h38

Entre 18 concorrentes, uma empresa de Belo Horizonte foi considerada nesta quinta-feira a vencedora da licitação feita pelo Estado para aluguel e manutenção de um de bloqueador de sinal de celular no Presídio Regional de Joinville.

A empresa Polsec apresentou proposta de R$ 74 mil para o contrato de 180 dias e, segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (SJC), foi a única que atendeu às especificações do edital lançado no início do mês.

A empresa tem 30 dias para instalar o equipamento. Mas o bloqueador só começará a operar depois da autorização da Agência Nacional de Telecomunicações, o que pode levar meses, com base na experiência do Presídio de Florianópolis.

O aparato foi prometido pelo Departamento de Administração Prisional (Deap) em abril, depois que "AN" revelou, na série "Diálogo Proibido", conversas mantidas por detentos em um serviço de chat telefônico.

Lei ameaça licitação

O contrato, porém, pode ser rescindido por força da lei estadual 15.829, que obriga operadoras de telefonia a instalar e manter bloqueadores nas cadeias de SC.

Em 24 de maio, quando a lei foi sancionada pelo governador Raimundo Colombo, as operadoras receberam 180 dias. Se desobedecerem, a lei prevê multa de R$ 50 mil a R$ 1 milhão por unidade prisional. A SJC terá de fiscalizar a tarefa.

Autor do projeto, o deputado Elizeu Mattos (PMDB) reconhece que as operadores podem tentar derrubar a lei, uma vez que o Estado tem poder limitado para legislar sobre telecomunicações.

- É uma contrapartida do serviço que as operadoras exploram. Ficará muito feio para elas se recorrerem -, argumentou.

O comunicado foi enviado às operadoras que ainda não se manifestaram, segundo a SJC.

DIÁRIO CTARINENSE

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Jaraguá confirma 15ª morte por covid

De 26 de julho a 1º de agosto, o município confirmou 489 novos casos de coronavírus
Jaraguá confirma 15ª morte por covid
Geral

Programa da CDL Jaraguá do Sul já recolheu mais de 15 toneladas de lixo eletrônico em 2020

Estima-se que apenas de 10% a 40% de todo volume de resíduos eletroeletrônicos são reciclados. O restante acaba em lixões a céu aberto e aterros ou é incinerado
Programa da CDL Jaraguá do Sul já recolheu mais de 15 toneladas de lixo eletrônico em 2020
Geral

CDL Jaraguá do Sul completa 52 anos

Com o objetivo de fomentar as vendas, entre os associados, a CDL Jaraguá do Sul inova a cada ano, em suas campanhas publicitárias, e também realiza sorteios de grandes prêmios em datas comemorativas
CDL Jaraguá do Sul completa 52 anos
Geral

Sicredi doa mais de 64 toneladas de alimentos para famílias da região

Agências do Sicredi se mobilizaram com a comunidade por meio do Dia C e arrecadaram o equivalente 6.450 cestas básicas com alimentos e produtos de higiene e limpeza
Sicredi doa mais de 64 toneladas de alimentos para famílias da região
Ver mais de Geral