Imobiliária Coralli
Geral

Economista que previu crise alerta sobre "tempestade" na economia em 2013

20 Jul 2012 - 17h18

O economista norte-americano Nouriel Roubini, que ficou conhecido como "Dr. Apocalipse" após prever a crise financeira de 2008, afirmou em entrevista que a piora da economia mundial cria um cenário para uma "perfeita tempestade" em 2013. 


Segundo Roubini, a crise da zona do euro pode levar a uma desaceleração das principais economias ou até mesmo para uma "estagnação completa".

Cinco fatores principais poderiam atrapalhar a economia global, segundo o economista. São eles: um  agravamento da crise de dívida na Europa; aumentos de impostos e cortes de gastos nos Estados Unidos que podem empurrar a maior economia do mundo para uma recessão; uma desaceleração continuada da economia da China; crescimento menor das economias emergentes; e um confronto militar no Irã.

Para Roubini, a alta nas ações de empresas principalmente dos EUA em 2012 poderia passar por uma correção no próximo ano, sem que o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) posso controlar.

A atuação do Fed no controle da economia, segundo Roubini, será fundamental para evitar um "colapso" em 2013.

(Com informações da Reuters)

BOL.COM.BR

Matérias Relacionadas

Educação

Educação capacita gestores para retomada e anuncia apoio pedagógico presencial na rede estadual

As redes municipal, privada e federal têm autonomia para decidir como conduzir as ações pedagógicas e a retomada, porém, de acordo com o que estabelece o PlanCon e mediante o acompanhamento e a atuação dos comitês municipais
Educação capacita gestores para retomada e anuncia apoio pedagógico presencial na rede estadual
Economia

Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas

O índice subiu 67,6 pontos, diz CNC
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas
Geral

Governo libera entrada de estrangeiros em todos os aeroportos do país

Entrada por rodovias e por outros meios terrestres continua restrita
Governo libera entrada de estrangeiros em todos os aeroportos do país
Economia

IBGE: 3,4 milhões estavam afastados do trabalho no início setembro

O motivo foi o isolamento social imposto pela pandemia de covid-19
IBGE: 3,4 milhões estavam afastados do trabalho no início setembro
Ver mais de Geral