Premix Concreto
Geral

ECONOMIA: Exportação de carne suína cresce 33% em outubro

13 Nov 2012 - 18h06

O Brasil exportou 61.742 toneladas de carne suína em outubro, 33,64% a mais do que o volume exportado no mesmo mês de 2011. A receita alcançada totalizou US$ 166,39 milhões, um aumento de 23,04% na comparação com o mesmo período do ano passado. Com isso, as exportações da carne suína fecham outubro como o melhor mês do ano, tanto em receita, quanto em volume, segundo a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs).


O preço médio do produto no mês passado, no entanto, sofreu redução de 7,94% em relação a outubro de 2011. No acumulado de janeiro a outubro, o Brasil exportou 489.927 toneladas e obteve receita de US$ 1,25 bilhão. Houve elevação nas vendas externas de 12,25% em volume e de 4,48% em valor, na comparação com igual período de 2011.

De acordo com a Abipecs, o principal destino da carne suína brasileira foi a Ucrânia, cuja participação nas exportações brasileiras de janeiro a outubro representou 24,01% em volume. Em seguida, ficou a Rússia, com 22,34%. Em termos de receita, a Rússia alcançou o primeiro lugar, com 25,02%, a Ucrânia ficou em segundo, com 24,14%.

Ao considerar apenas o mês de outubro, a Ucrânia liderou o ranking em volume, tendo respondido por 27,67% das exportações, e Hong Kong, por 17,8%. Em relação à receita, a Ucrânia ficou com a maior participação em outubro (26,58%), seguida da Rússia (19,20%).

As vendas para a Argentina caíram em outubro e também no acumulado de janeiro a outubro, na comparação com os mesmos períodos de 2011. Com isso, o país saiu da lista dos cinco principais destinos da carne suína brasileira. Segundo o presidente da Abipecs, Pedro de Camargo Neto, o declínio tem relação com as dificuldades de se obter autorização do governo argentino para o embarque da carne suína brasileira.

O Brasil exportou para a Argentina, de janeiro a outubro deste ano cerca de 19 mil toneladas, volume 43,32% inferior ao de igual período de 2011. A queda na receita chegou a 39,78%. Em outubro, as vendas para a Argentina caíram 43,67% na comparação com o mesmo mês do ano passado.O Brasil exportou 61.742 toneladas de carne suína em outubro, 33,64% a mais do que o volume exportado no mesmo mês de 2011. A receita alcançada totalizou US$ 166,39 milhões, um aumento de 23,04% na comparação com o mesmo período do ano passado. Com isso, as exportações da carne suína fecham outubro como o melhor mês do ano, tanto em receita, quanto em volume, segundo a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs).

O preço médio do produto no mês passado, no entanto, sofreu redução de 7,94% em relação a outubro de 2011. No acumulado de janeiro a outubro, o Brasil exportou 489.927 toneladas e obteve receita de US$ 1,25 bilhão. Houve elevação nas vendas externas de 12,25% em volume e de 4,48% em valor, na comparação com igual período de 2011.


De acordo com a Abipecs, o principal destino da carne suína brasileira foi a Ucrânia, cuja participação nas exportações brasileiras de janeiro a outubro representou 24,01% em volume. Em seguida, ficou a Rússia, com 22,34%. Em termos de receita, a Rússia alcançou o primeiro lugar, com 25,02%, a Ucrânia ficou em segundo, com 24,14%.

Ao considerar apenas o mês de outubro, a Ucrânia liderou o ranking em volume, tendo respondido por 27,67% das exportações, e Hong Kong, por 17,8%. Em relação à receita, a Ucrânia ficou com a maior participação em outubro (26,58%), seguida da Rússia (19,20%).

As vendas para a Argentina caíram em outubro e também no acumulado de janeiro a outubro, na comparação com os mesmos períodos de 2011. Com isso, o país saiu da lista dos cinco principais destinos da carne suína brasileira. Segundo o presidente da Abipecs, Pedro de Camargo Neto, o declínio tem relação com as dificuldades de se obter autorização do governo argentino para o embarque da carne suína brasileira.

O Brasil exportou para a Argentina, de janeiro a outubro deste ano cerca de 19 mil toneladas, volume 43,32% inferior ao de igual período de 2011. A queda na receita chegou a 39,78%. Em outubro, as vendas para a Argentina caíram 43,67% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Geral

Singapura estuda caso de bebê nascido com anticorpos da covid-19

Estudo está em andamento nos hospitais públicos da cidade-Estado
Singapura estuda caso de bebê nascido com anticorpos da covid-19
Geral

Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital

Certificação de cópias passa a ser de forma online
Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital
Geral

Equipamentos públicos prestam assistência às mulheres vítimas de violência

Os profissionais dos Creas auxiliam as mulheres vítimas de violações de direitos com encaminhamentos e orientações referentes a serviços de Saúde, Educação, Defensoria Pública, Jurídicos e outros que forem necessários
Equipamentos públicos prestam assistência às mulheres vítimas de violência
Geral

Chuva provoca alagamentos em Guaramirim; Veja fotos

Choveu mais de 124 milímetros na madrugada, causando alagamentos em diversos bairros.
Chuva provoca alagamentos em Guaramirim; Veja fotos
Ver mais de Geral