Mês do Trânsito - Rádio
Geral

Dona de navio será vítima em julgamento contra capitão

19 Jan 2012 - 15h36

A companhia Costa Cruzeiros, proprietária do navio Costa Concordia, anunciou nesta quinta-feira se apresentará como vítima no julgamento contra o capitão do navio, Francesco Schettino. A embarcação naufragou na última sexta-feira (13), na ilha de Giglio, na costa da Toscana, na Itália, após uma manobra que terminou com uma colisão em rochas.


O advogado da empresa, Marco De Luca, condenou o comportamento do comandante, que desviou o navio de sua rota sem autorização. O acidente provocou a morte de pelo menos 11 pessoas e 21 desaparecidos.

"A companhia é outra vítima da tragédia, porque, além do desastre e do drama humano, a empresa sofreu um dano imenso".

Schettino continua em prisão domiciliar, no sul da Itália, após ter ficado quatro dias na cadeia. A juíza Valeria Montesarchio, responsável pelo caso, considerou que o capitão via o naufrágio do navio e o resgate das vítimas de um cais na ilha de Giglio.

RESGATE

A Itália identificou nesta quinta-feira mais três corpos de passageiros do Costa Concordia. Os restos mortais são dos turistas franceses Jeanne Gannard e Pierre Gregoire e do espanhol Guillermo Gual. Os mergulhadores que fazem as buscas afirmam que ainda há 21 desaparecidos.


As equipes de resgate retomaram as buscas por desaparecidos pela manhã, após a embarcação mudar de posição em cima da rocha em que está o casco na quarta (18). A Guarda Costeira italiana assegurou que o navio está estabilizado e que começarão a usar explosivos para abrir buracos na estrutura para buscar mais vitimas.

Enquanto o resgate é feito, técnicos se preparam para bombear o diesel do navio para evitar um desastre ambiental com as 2.380 toneladas de combustível que estão nos tanques da embarcação. A estimativa para a retirada é de duas a seis semanas.

FOLHA.COM.BR

Matérias Relacionadas

Economia

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Indicador está 3,1 pontos abaixo do registrado antes da pandemia
Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
Geral

Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor

Governo ainda precisa criar Autoridade Nacional de Proteção de Dados
Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
Saúde

Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados

A descoberta poderá ajudar pessoas que têm dificuldade para realizar atividades do dia a dia e ajudar o corpo delas a se curar sozinho das lesões
Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados
Geral

Sargento despede-se do 14º Batalhão

Sargento despede-se do 14º Batalhão
Ver mais de Geral