GNet
Alunos

Diminui diferença entre jovens ricos e pobres que concluem o ensino médio

18 Fev 2016 - 12h49
Em dez anos, Brasil diminui diferença entre jovens mais ricos e mais pobres que concluem o ensino médio. Em 2005, 18,1% dos jovens de 19 anos entre os 25% mais pobres da população concluiam o ensino médio. Entre os 25% mais ricos, a porcentagem chegava a 80,4%, existindo uma diferença de 62,3 pontos percentuais entre os dois grupos.  Em 2014, último dado disponível, o cenário mudou. Entre os mais pobres, 36,8% concluiam o ensino médio e, entre os mais ricos, 84,9%. A diferença entre os dois grupos ficou em 47,8 pontos percentuais.

Os dados são de levantamento divulgado hoje (18) pela organização não governamental Todos Pela Educação, feito com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa tem como objetivo monitorar a Meta 4 da entidade, que estabelece que 90% ou mais dos jovens brasileiros de 19 anos deverão ter completado o ensino médio até 2022. Essa meta também monitora a conclusão do ensino fundamental até os 16 anos, estabelencendo o objetivo de que 95% dos jovens tenham completado este ciclo escolar até 2022.

Ensino fundamental

A redução das diferenças entre os mais pobres e mais ricos ocorre também no ensino fundamental.  Em 2005, dos jovens de 16 anos entre os 25% mais pobres da população, 38,8% concluíram o ensino fundamental. Entre os 25% mais ricos, a porcentagem era 90%. A diferença entre os dois grupos era 51,2 pontos percentuais. Em 2014, entre os mais pobres a taxa de conclusão saltou para 62,7% que concluíram o ensino fundamental e, entre os mais ricos, 92,2%, uma diferença de 29,5 pontos percentuais.

De modo geral, os dados mostram que, nos últimos dez anos, o Brasil avançou 15,4 pontos percentuais na taxa de conclusão do ensino médio dos jovens de até os 19 anos. O percentual de concluintes passou de 41,4% em 2005 para 56,7% em 2014. Em números absolutos, isso significa que, nesse intervalo de tempo, os estudantes concluintes passaram de 1.442.101 para 1.951.586.

No ensino fundamental, a taxa de conclusão cresceu na mesma proporção que o ensino médio: quase 15 pontos percentuais, aumentando de 58,9% em 2005 para 73,7% em 2014. Passou de 2.106.316 concluintes em 2005 para 2.596.218, em 2014.

 

Fonte: Agência Brasil
GNet

Matérias Relacionadas

Saúde

Liberação do uso de máscaras deve iniciar por parques, praças e praias em SC

O Estado está organizado para suprir as necessidades em 2022, como o calendário vacinal, UTIs especificas e centros de recuperação pós-pandemia.
Liberação do uso de máscaras deve iniciar por parques, praças e praias em SC
Geral

Prefeitura de Guaramirim apoia Feira de Adoção de Animais que ocorre neste sábado

A feirinha de adoção de animais ocorre nas dependências da Sala Verde, ao lado da Biblioteca Pública Municipal
Prefeitura de Guaramirim apoia Feira de Adoção de Animais que ocorre neste sábado
Geral

Uvel Chevrolet recebe premiação inédita da General Motors do Brasil

A premiação Classe A é concedida a apenas 15% das mais de 600 concessionárias Chevrolet no Brasil
Uvel Chevrolet recebe premiação inédita da General Motors do Brasil
Geral

Maior cometa já identificado pela ciência está vindo em direção à Terra

Corpo celeste é mais de 30 vezes maior do que os cometas geralmente vistos pelos cientistas, ele tem 150 km de diâmetro.
Maior cometa já identificado pela ciência está vindo em direção à Terra
Ver mais de Geral