Imobiliária Coralli
Geral

Dilma sanciona lei que criminaliza exigência de cheque caução para atendimento médico de urgência

29 Mai 2012 - 13h17

O Diário Oficial da União publica nesta terça-feira a lei que torna crime a exigência de cheque caução para atendimento médico de urgência. A lei, de autoria dos ministérios da Saúde e da Justiça, altera o Código Penal de 1940 e tipifica a exigência como crime de omissão de socorro.

Atualmente, a prática de exigir cheque caução já é enquadrada como omissão de socorro ou negligência, mas não existia uma referência expressa sobre o não atendimento emergencial.

O Código Penal passa a vigorar acrescido do Artigo 135-A, que estipula pena de detenção de três meses a um ano e multa para os responsáveis pela prática de exigir cheque caução, nota promissória ou qualquer garantia, inclusive o preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial.

A pena pode ser aumentada até o dobro, se da negativa de atendimento resultar lesão corporal de natureza grave, e até o triplo se resultar morte. Os hospitais particulares ficam obrigados a afixar, em local visível, cartaz ou equivalente, com a seguinte informação:

"Constitui crime a exigência de cheque caução, de nota promissória ou de qualquer garantia, bem como do preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial, nos termos do Artigo 135-A do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal."

O Poder Executivo regulamentará o disposto nesta lei, que entra em vigor hoje. A proposta foi apresentada pelo governo federal um mês após a morte do secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, 56 anos, vítima, em janeiro passado, de um infarto depois de ter procurado atendimento em dois hospitais privados de Brasília. Segundo a família, as instituições teriam exigido cheque caução.

DIÁRIO CATARINENSE

Matérias Relacionadas

Geral

Homem se fere com foice durante trabalho em bananal em Schroeder

O fato ocorreu na Tifa Eincheberg, no Bairro Rancho Bom, por volta das 15h desta quinta-feira (17).
Homem se fere com foice durante trabalho em bananal em Schroeder
Segurança

PM busca suspeito de arrombamento de comércio em Guaramirim

Ao checar o estabelecimento, a vítima constatou que a vidraça estava estilhaçada e duas parafusadeiras haviam sido furtadas
PM busca suspeito de arrombamento de comércio em Guaramirim
Variedades

Polícia Militar de Santa Catarina realiza Campanha do Brinquedo

A ação social vai até o dia 9 de outubro
Polícia Militar de Santa Catarina realiza Campanha do Brinquedo
Geral

INSS: perito que não comparecer ao trabalho terá salário descontado

Órgão diz que 111 agências estão aptas para realização de perícia
INSS: perito que não comparecer ao trabalho terá salário descontado
Ver mais de Geral