Imobiliária Coralli
Dia da mulher

Dia Internacional da Mulher

08 Mar 2017 - 15h00
Dia Internacional da Mulher -
O dia 25 de março de 1911, marcou a trajetória das lutas feministas ao longo do século 20. Cerca de 145 trabalhadores (130 mulheres) morreram queimados num incêndio em uma fábrica têxtil de Nova York. O dia Internacional da Mulher é comemorado em 8 de março, pois nessa data, em 1857, trabalhadoras de Nova York fizeram greve por melhores condições de trabalho e igualdades de direitos trabalhistas para as mulheres.

O fato foi relembrado em uma manifestação em 1857 que exigia o voto feminino e fim do trabalho infantil. Dois anos depois, em uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que 8 de março seria o “Dia Internacional da Mulher”. Porém, só em 1975 a ONU (Organização das Nações Unidas) passou a comemorar o Dia da Mulher nessa data.

A partir de então, a data vai além de mandar flores e chocolates, a ideia é conservar, reafirmar e promover conquistas e direitos. As mulheres vêm lutando pela igualdade de gênero, onde elas e homens tenham os mesmos direitos (salários iguais, liberdade de expressão etc.).

As lutas do passado, geraram grandes conquistas nas últimas décadas. Com uma voz mais ativa dentro da sociedade, elas conseguiram a criação da Lei Maria da Penha e a Inclusão do Feminicídio no Código Penal.

Em 7 agosto de 2006, foi sancionada pelo ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva a Lei Maria da Penha. Ela aumenta o rigor das punições às agressões contra a mulher, quando ocorridas no ambiente doméstico ou familiar.

O nome da lei é uma homenagem à Maria da Penha Maia Fernandes, uma farmacêutica cearense que sofreu duas tentativas de assassinato por seu marido, em 1983. Por causa das agressões, Maria ficou paraplégica e lutou para que seu ex-marido fosse condenado, fato que aconteceu a dezenove anos depois. Atualmente, Maria tem 71 anos e deve ser indicada para receber o Prêmio Nobel da Paz em 2017.

Porém, ainda a muito caminho para percorrer. O mundo ainda tolera a violência contra a mulher e a ideia de inferioridade ao homem ainda está ativa. O Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgou que a cada hora, 503 mulheres são agredidas fisicamente no Brasil.

Segundo a pesquisa DataSenado sobre violência doméstica e familiar (2015), no Brasil, uma em cada cinco mulheres já foi espancada pelo marido, companheiro ou ex-namorado.

Matérias Relacionadas

Política

Definidos deputados que vão compor o tribunal do 2º pedido de impeachment

A reunião de instalação do tribunal misto está marcada para a próxima sexta-feira (30), às 10 horas
Definidos deputados que vão compor o tribunal do 2º pedido de impeachment
Jaraguá do Sul

Confira como ficará o atendimento nos órgãos públicos municipais de Jaraguá na sexta e segunda

Medida é válida para sexta-feira (30) – ponto facultativo pelo dia do servidor – e na segunda-feira (2) – Dia de Finados.
Confira como ficará o atendimento nos órgãos públicos municipais de Jaraguá na sexta e segunda
Santa Catarina

General Ricardo Miranda Aversa é o novo chefe da Casa Civil de Santa Catarina

Natural do Rio de Janeiro, o general Ricardo Miranda tem ampla formação militar e atuou por vários anos em Florianópolis
General Ricardo Miranda Aversa é o novo chefe da Casa Civil de Santa Catarina
Guaramirim

COVID-19: Confira as medidas de flexibilização anunciadas em Guaramirim

Diante da mudança da matriz de risco da região nordeste que passou para risco alto, novas medidas estão vigentes na legislação estadual e já começam a valer em Guaramirim
COVID-19: Confira as medidas de flexibilização anunciadas em Guaramirim
Ver mais de Geral