Caraguá
Dia da Família na escola

Dia da Família na Escola integra pais, filhos e comunidade em torno da Educação

10 Abr 2017 - 12h55
Dia da Família na Escola integra pais, filhos e comunidade em torno da Educação -

A estimativa é de que cerca de 800 mil pessoas tenham participado das atividades do Dia da Família na Escola neste segundo ano de realização em todo o Estado, sendo na região algo em torno de 15 mil.

Neste sábado, escolas da rede pública e nas unidades do SENAI e SESI, em Jaraguá do Sul, receberam pais e filhos que foram conhecer a estrutura de salas de aulas, laboratórios e outros ambientes de formação e lazer colocados à disposição para a comunidade pelas entidades. Destas atividades, destaques para oficinas de maquiagem, sessões de leitura para as crianças, jogos educativos, prática de esportes e visitas monitoradas aos laboratórios e orientações sobre cursos.


 A programação agradou o casal Vilson e Ediele Cardoso, contentes pela oportunidade de entretenimento proporcionada à pequena Larissa, de apenas 1 ano e dois meses, atenta à narração de histórias pela educadora do SESI. Moradores de Guaramirim, esta foi a primeira vez que eles participaram das atividades do Dia da Família na Escola, uma chance que o operário teve de mostrar onde estuda para a esposa e filha.

“Gostei bastante de ter vindo, a gente quase não tem estas possibilidades de um lazer e de conhecer um ambiente de ensino”, diz Ediele. O marido cursa o ensino básico no SENAI e faz planos para continuar os estudos e também incentivar a esposa, que se diz motivada porque sabe onde deixar a filha pequena durante o horário de trabalho. “Num dia como hoje a gente vê como as crianças são bem tratadas pelos professores”, completa.

Robson Sismer, de Jaraguá, e Gilson Cardoso, que há 9 anos veio de Canoinhas para buscar uma oportunidade de trabalho na cidade, também ficaram satisfeitos em conhecer o que o SESI e o SENAI proporcionam na formação para o trabalho. Aluno do ensino médio, Robson é pai de 3 filhos e diz que voltar a estudar representou uma conquista importante. Gílson já concluiu o ensino médio e afirma que a meta agora é incentivar a esposa e os dois filhos, de 6 e 12 anos, a seguir o mesmo caminho. “Quero investir na educação deles porque sei que é o melhor para o futuro”, afirma.

Formar cidadãos melhores 

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, disse que a família influencia no rendimento escolar dos alunos. “Por isso, estamos fazendo esse movimento e conclamando todos os pais a acompanharem a vida escolar dos filhos. Isso traz resultados muito positivos [para o estudante] na formação escolar e, mais tarde, como cidadão e como bom profissional”, afirmou lembrando que esse entendimento está se disseminando nas escolas do SESI e do SENAI e nas escolas públicas. “Queremos formar bons profissionais, mas também bons cidadãos que se integram na sua comunidade e oferecem uma parte do seu tempo para trabalhos voluntários, além da ética e da responsabilidade social que fazemos questão de discutir e repassar para nossos alunos”, disse. Côrte também ressaltou que a aprovação do novo sistema de ensino médio e do novo currículo de base nacional são avanços importantes para recuperar o tempo perdido e a distância que separa o Brasil dos países mais desenvolvidos em termos de educação.


Para o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, o jovem precisa identificar valor em tudo o que faz. “E quando você traz a família para a escola, pelo exemplo, os pais estão demostrando para o jovem e para a criança que o processo educacional é algo muito valoroso que vai ter muita influência no futuro da vida deles. Essa presença faz com que o jovem comece a identificar isso. Por isto, a importância da participação da família no ambiente escolar”, avaliou. Segundo Deschamps, o movimento da família na escola resulta muito do trabalho de parceria que tem acontecido em Santa Catarina e na sociedade de abraçar a questão educacional. “O movimento Santa Catarina pela Educação prova que é possível unir setor público, o terceiro setor, a iniciativa privada e a sociedade de maneira geral em prol da educação”.


Estado é pioneiro na iniciativa no Brasil 

Santa Catarina foi o primeiro Estado brasileiro a instituir oficialmente o Dia Estadual da Família na Escola, por meio da lei 16.877, de 15 de janeiro de 2016. A iniciativa foi do Movimento Santa Catarina pela Educação, a partir da campanha Pais pela Educação (tema central do Movimento em 2014), com a percepção de que a participação mais intensa dos familiares contribui para o desenvolvimento escolar dos estudantes. A proposta foi acatada pelo Governo do Estado e pela Assembleia Legislativa, onde foi aprovada por unanimidade.

 Movimento Santa Catarina pela Educação


O Movimento Santa Catarina pela Educação é uma iniciativa desenvolvida pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) desde 2012, com participação do SESI e do SENAI. Obteve a adesão das federações patronais e dos serviços de aprendizagem e social do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio, Senac e Sesc), Agricultura (FAESC e Senar) e Transportes (Fetrancesc, Sest e Senat), além das entidades representativas dos trabalhadores das indústrias e de instituições públicas, como a Secretaria de Estado da Educação e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-SC). Seus principais desafios são de proporcionar a todos os trabalhadores catarinenses a escolaridade básica completa até 2024 e formação profissional e tecnológica compatível com a função, com foco na educação para o mundo do trabalho e na articulação e influência social na educação de Santa Catarina.



 

 

 

 

Matérias Relacionadas

Política

Católica SC sediará a partir desta sexta as atividades da Câmara de Vereadores de Jaraguá

Durante dois anos, o poder legislativo da cidade estará em atuação dentro do campus, situado na rua dos Imigrantes
Católica SC sediará a partir desta sexta as atividades da Câmara de Vereadores de Jaraguá
Geral

Luiz Alves ganha loja da 4ª maior rede de varejo farmacêutico do Brasil

Mais de 6 toneladas de alimentos foram doadas ao município para diminuir os impactos da pandemia
Luiz Alves ganha loja da 4ª maior rede de varejo farmacêutico do Brasil
Geral

Mutirão de testes extras de volante vai continuar até o fim do ano em Jaraguá do Sul

Expectativa é acelerar a avaliação de alunos que buscam a CNH
Mutirão de testes extras de volante vai continuar até o fim do ano em Jaraguá do Sul
Geral

Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30

Comprovação deve ser feita no banco onde beneficiário recebe dinheiro
Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30
Ver mais de Geral