Eleições 2020
Correios

Dez cidades tem problemas com entregas dos Correios

28 Mar 2017 - 11h42
Dez cidades tem problemas com entregas dos Correios -
Os Correios informaram que há atrasos na entrega de correspondências e encomendas em 10 cidades catarinenses: Jaraguá do Sul, no Norte, Balneário Camboriú, Navegantes e Penha, no Litoral Norte, Blumenau, Itajaí e Brusque, no Vale do Itajaí, e Florianópolis, Palhoça e São José, na Grande Florianópolis. Em Penha, o Procon chegou a denunciar o caso ao Ministério Público Federal (MPF).


Em nota, os Correios afirmam que o atraso é por causa da falta de pessoal, com empregados afastados por motivo de saúde e do Código de Endereçamento Postal (CEP) errado. Quanto à regularização dos serviços, a empresa não tem previsão, mas disse que está empenhada para que isso ocorra o quanto antes. O telefone da Central de Atendimento dos Correios é o 0800-725-01-00.

Para o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sintect), o problema vai além. "Os carros estão sem manutenção. O CDD [Centro de Distribuição Domiciliar] Ingleses, você pode olhar, de 31 motos, tem só 14 funcionando. A empresa não realiza concurso público desde 2011. E ela vem fazendo nos últimos três anos planos de aposentadoria incentivada, ela tem um plano de demissão incentivada, que foi renovado por mais dois meses, e ela não está substituindo essas vagas", relatou a diretora-executiva do Sintect, Thaís Moreira.

Caminho das cartas
Quando uma encomenda chega a Santa Catarina, ela vai para o centro de triagem, em Palhoça. Dali, segue para um dos cinco centros de entrega do estado. Se for uma correspondência, ela é encaminhada ao centro de tratamento de cartas, na vizinha São José. Lá, é separada por região e levada para um dos 49 centros de distribuição domiciliar do estado, onde os carteiros fazem a última separação antes de saírem para entrega. O prazo para receber depende do serviço contratado pelo cliente.

 

G1/Grupo RBS

Matérias Relacionadas

Economia

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

A nova possibilidade poderá ser usada em 2021
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS
Economia

Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio

Pesquisa foi feita pela Fundação Getulio Vargas
Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio
Educação

Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior

Em 2018, as matrículas dos calouros representavam 39,8% do total
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
Educação

Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos

Serão entregues 197 milhões de livros em municípios de todo o país
Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos
Ver mais de Geral