Geral

Depois do Brasil e do Chile, Bolívia vai devolver veículos roubados para a Argentina e o Paraguai

28 Fev 2013 - 11h51

O acordo da Bolívia com o Brasil e o Chile para a devolução de carros, motocicletas e caminhões roubados, que estão em território boliviano, vai ser ampliado para a Argentina e o Paraguai. O primeiro acordo foi firmado com o Chile. Só ontem (27) foi negociada a entrega, em etapas, dos automóveis e motocicletas brasileiros. A presidenta da Alfândega Nacional da Bolívia,  Marlene Ardaya, informou que nos próximos dias serão entregues 283 veículos e 97 motos apreendidos no país.


Ardaya disse que, em dez dias, serão devolvidos os automóveis e motocicletas para a Argentina e o Paraguai. Pelos dados da Alfândega Nacional da Bolívia, há cerca de 8 mil veículos no país oriundos de furtos e roubos no exterior. No caso dos veículos e motos brasileiros, os números variam de 450, segundo as autoridades bolivianas, a 497, pelos dados do Brasil.

A cerimônia selando o acordo com o Brasil ocorreu ontem (27) em Puerto Quijarro, na região de Santa Cruz. Participaram o ministro da Presidência da Bolívia, Juan Ramón Quintana, o vice-ministro das Relações Exteriores boliviano, Juan Carlos Alurralde, o ministro da Justiça do Brasil, José Eduardo Cardozo, além do diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello.

A operação é apontada pela Polícia Federal como a maior repatriação de veículos furtados da história do Brasil. Todos os carros devolvidos vão ser vistoriados por agentes da Receita Federal. Depois da autorização para a entrada em território brasileiro, eles serão levados para o pátio da Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (Defurv), em Campo Grande (MS).

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, os custos com o transporte vão ser pagos por entidades privadas, como a Federação Nacional das Seguradoras (Fenseg). A Polícia Federal informou que os donos dos carros, motos e caminhões vão ser notificados da repatriação, mas as autoridades brasileiras ainda estudam formas de divulgar a relação dos veículos devolvidos.


Segundo a Fenseg, os veículos segurados deverão ser entregues diretamente às seguradoras, uma vez que elas já indenizaram integralmente os proprietários.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Geral

CDL Jaraguá do Sul lança Certificado Digital

Úteis em diferentes situações, esses documentos eletrônicos garantem mais segurança nas transações online
CDL Jaraguá do Sul lança Certificado Digital
Segurança

Polícia busca autores de tentativa de latrocínio que resultou em quatro vítimas

Vários policiais militares do 14º Batalhão foram ao local e constataram quatro pessoas feridas, sendo duas por disparo de arma de fogo
Polícia busca autores de tentativa de latrocínio que resultou em quatro vítimas
Geral

Santa Catarina terá novo ciclone, mas com menor intensidade, segundo Defesa Civil

Na última terça-feira (30), houve o encontro de uma frente fria com o ciclone e isso potencializou os ventos que atingiram mais de 100km/h. Desta vez não há frente fria
Santa Catarina terá novo ciclone, mas com menor intensidade, segundo Defesa Civil
Jaraguá do Sul

Produção de banana, hortaliças e aviários foram os mais prejudicados por ciclone

A bananicultura envolve cerca de 900 famílias de Corupá, São Bento do Sul, Schroeder e Jaraguá do Sul
Produção de banana, hortaliças e aviários foram os mais prejudicados por ciclone
Ver mais de Geral