Geral

Defesa do Consumidor alerta para as vendas de fim de ano

23 Nov 2012 - 11h24

De acordo com pesquisa da Federação do Comércio de Santa Catarina, divulgada nesta semana, o consumidor catarinense pretende gastar mais com o Natal deste ano. A pesquisa revela que o catarinense planeja gastar, em média, R$ 372,25, um


aumento de 20,3% se comparado com a expectativa feita em 2011. De acordo com a pesquisa da federação, o setor de vestuário será o foco das compras de 33,1% dos catarinenses. Em seguida, aparecem na preferência dos consumidores os brinquedos (18,8%), o de perfumaria e cosméticos (8,6%) e o de eletrônicos (4%). De olho nestes dados e sabendo que a data representa o melhor momento do ano para o comércio, as procuradorias do consumidor fazem um alerta para os clientes ficarem atentos no momento de comprar. O diretor do Procon de Guaramirim, Carlos Truppel Júnior, destaca quais são os principais cuidados que o consumidor deve ter.

[jwplayer mediaid="67525"]

A dica é exigir que no caso de compra de móveis ou outros produtos que exigem montagem, é ter discriminado na nota fiscal o prazo de montagem. Muitas lojas acabam não conseguindo cumprir os prazos de montagem por conta da grande quantidade de produtos vendidos. Por isso, é importante o consumidor ficar atento.

(ROGÉRIO TALLINI)

 

Matérias Relacionadas

Geral

Militares brasileiros em Beirute estão bem, diz Marinha

Grande explosão na capital do Líbano deixou pelo menos dez mortos
Militares brasileiros em Beirute estão bem, diz Marinha
Guaramirim

Guaramirim confirma 12ª morte por coronavírus

O município já realizou 2993 testes, sendo 2190 descartados e 793 positivos para a doença
Guaramirim confirma 12ª morte por coronavírus
Jaraguá do Sul

Rua Uruguai interditada parcialmente a partir desta quarta-feira

A interdição ocorre devido a parada de caminhão para concretagem de laje e pilares em obras no Condomínio Residencial Carbon localizado naquela via
Geral

Samae esclarece sobre descarte de resíduos de pessoas contaminadas pelo coronavírus

A engenheira sanitarista e gerente de Resíduos Sólidos, Morgana Decker, explica que a principal recomendação para as pessoas que estão com covid-19 é descartar todos os resíduos no lixo comum, evitando a separação dos recicláveis pelo menos no período em
Samae esclarece sobre descarte de resíduos de pessoas contaminadas pelo coronavírus
Ver mais de Geral