Defesa Civil

Defesa Civil confirma Tsunami Meteorológico no Sul de SC

17 Out 2016 - 11h19
Defesa Civil confirma Tsunami Meteorológico no Sul de SC -

Conforme o gerente de monitoramento e Alerta, Frederico Rudorff, esses fenômenos são raros, perigosos e geralmente ocorrem durante a passagem de linhas de instabilidade atmosféricas intensas.


Rudorff explica que apesar de ocorrerem ventos intensos comuns durante as passagens de linhas de instabilidade como esta, não é o vento que provoca o tsunami meteorológico, mas sim a combinação peculiar de fatores. "Como por exemplo, a perturbação da pressão atmosférica sobre o mar, a velocidade e a direção de deslocamento da tempestade em relação à linha de costa e a batimetria local, que podem gerar uma ressonância e uma amplificação da onda", explica.

Em Santa Catarina já houve registros na praia do Pântano do Sul, e que também foi sentido na praia da Armação em 19 de novembro de 2009. Esse evento foi muito bem documentado e descrito pelo Eloi Mello et al. (2010). Além desses, ocorreram dois eventos similares na praia do Cassino no RS em 1977 e em 2014.

 FONTE: DEFESA CIVIL ESTADUAL

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Social recebe quatro toneladas de alimentos em doação de supermercado

Depois de descarregados os mantimentos, eles passarão por triagem e deverão ser entregues às entidades que realizam o atendimento de pessoas carentes no município
Social recebe quatro toneladas de alimentos em doação de supermercado
Economia

Entrega do Imposto de Renda com atraso tem multa a partir de hoje

Receita Federal recebeu 31.980.151 declarações
Entrega do Imposto de Renda com atraso tem multa a partir de hoje
Santa Catarina

Ciclone em SC: Fenômeno provoca ocorrências em 101 municípios de Santa Catarina

O mesmo documento informa que o Estado tem nove mortes confirmadas e outras duas pessoas desaparecidas por conta do evento climático
Ciclone em SC: Fenômeno provoca ocorrências em 101 municípios de Santa Catarina
Santa Catarina

Cerca de 1,3 mil funcionários da Celesc trabalham para restabelecer energia no estado

O trabalho envolve, principalmente, a retirada de material pesado que caiu sobre a rede e pode levar de dois a três dias em determinadas localidades
Cerca de 1,3 mil funcionários da Celesc trabalham para restabelecer energia no estado
Ver mais de Geral