Imobiliária Coralli
Geral

CPL promove debate com dois candidatos a prefeito

03 Ago 2012 - 16h14

O Centro de Profissionais Liberais foi palco de debate entre dois dos três candidatos a prefeito de Jaraguá do Sul, na noite desta quinta-feira. Dieter Janssen (PP), e Moacir Bertoldi (PR), falaram sobre as propostas de governo e responderam as perguntas elaboradas pelos representantes das entidades que congregam os profissionais liberais de Jaraguá do Sul. A candidata Cecília Konell (PSD) não compareceu ao debate e encaminhou uma carta justificando a ausência. O repórter Sérgio Luiz acompanhou o debate e trouxe detalhes no programa Jornal da Jaraguá desta sexta-feira.

[jwplayer mediaid="71878"] 

A carta justificativa de Cecília Konell

Prezadas senhoras e senhores!

Venho por meio desta carta aberta à população, justificar a minha ausência neste debate. E não só neste. Não comparecerei a nenhum dos debates desta campanha. Por ter plena consciência da seriedade desta decisão e em respeito aos eleitores e à população em geral, quero aqui apresentar as minhas justificativas.


Embora investida deste mandato conferido pelo povo de Jaraguá, que muito me honra, sou antes de tudo uma pessoa normal, sensibilizada pelos fatos da vida, como o que recentemente me aconteceu da perda de uma pessoa querida. Não é fácil, neste momento da minha vida, ficar exposta a ataques pessoais e afirmações duvidosas como as proferidas no debate promovido pela Rádio RBN quando se viu um ataque orquestrado, com meus adversários políticos promovendo acusações e, principalmente, afirmando inverdades sobre a administração ao invés de realizarem a exposição de suas propostas.

Isso não foi uma surpresa, por quatro anos convivemos com processos e ataques constantes. Mesmo assim, trabalhamos firme em equipe e são visíveis no município os resultados da nossa dedicação.

Recebemos um município com o sistema de saúde desmantelado pela com inclusive a redução do número de postos da ESF, ao invés de cumprir o planejado com o Ministério da Saúde que era aumentá-los em cinquenta por cento. Isto, tivemos que fazer agora.

Recebemos um município destruído pelas enxurradas de 2008 que causaram um enorme impacto na nossa população e que se repetiram por mais duas vezes durante esse período em que estamos administrando o município. Trabalhamos duro na reconstrução e na recuperação emergencial das catástrofes, fizemos projetos para captar recursos federais, corremos atrás de verbas, e agora as obras de prevenção já estão em andamento para que não ocorram mais tragédias como aquelas.  Fizemos o dever de casa, senhoras e senhores.

Estamos neste momento humildemente pedindo, junto ao povo de Jaraguá do Sul, um voto de confiança para mais 4 anos; para que agora, feita a reconstrução, possamos trabalhar para colocar Jaraguá do Sul novamente no patamar que merece. 

E quero falar um pouco sobre respeito. Nós não pedimos respeito ao povo, nós entregamos respeito. Respeito para com a população que precisa e que nós nos esforçamos para atender cada dia desse período de gestão.


Em nossa administração mostramos o respeito que temos pelo cidadão ao construir e reformar postos de saúde, aumentar em 90% o número de médicos contratados e construir mais uma farmácia básica.

Mostramos respeito pela população ao renovar toda a frota de máquinas e veículos para agilizar os atendimentos da Secretaria de Obras e ao entregar centenas de unidades habitacionais à população e temos muitas outras para serem entregues ainda este ano.

Mostramos respeito pela Educação quando distribuímos uniformes, material escolar e computadores para nossos alunos; quando ampliamos e reformamos Escolas, quando construímos novas unidades de educação infantil e deveremos até o final deste ano zerar a demanda por creches.

O que movimenta Jaraguá do Sul é a experiência, somente ela permite as verdadeiras inovações.

O que movimenta Jaraguá do Sul é essa gente trabalhadora que precisa cada vez mais de infraestrutura e de mobilidade urbana. Somente este ano já investimos mais de 15 milhões de reais em desapropriações, sem as quais nenhuma obra de mobilidade urbana é possível, desapropriações que não foram feitas pelas administrações anteriores nos últimos vinte anos.

Esta noite esperamos que a verdade seja mencionada neste debate, pois o mínimo que qualquer cidadão almeja é que o seu tempo não seja desperdiçado com conversas sem fundamento.  Hoje meus adversários vão querer provar que a inexperiência e a comprovada incompetência podem representar e honrar a bandeira de Jaraguá do Sul, e com as suas mãos vazias de realizações e a boca cheia de palavras incertas tentarão desmerecer o nosso trabalho.

Mas o povo, esse não se engana; é para o povo que trabalhamos e o povo sabe disso.

Boa noite a todos e obrigada pelo espaço para me manifestar.

Cecília Konell

Matérias Relacionadas

Economia

FGV: confiança do empresário sobe pelo terceiro mês seguido

Taxa subiu 7,1 pontos de junho para julho
FGV: confiança do empresário sobe pelo terceiro mês seguido
Economia

População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho, diz IBGE

Dados fazem parte da Pnad covid-19 divulgada hoje pelo instituto
População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho, diz IBGE
Saúde

Pesquisadores desenvolvem tecido capaz de matar o vírus da covid-19

O estudo está sendo efetuado por institutos brasileiros
Pesquisadores desenvolvem tecido capaz de matar o vírus da covid-19
Santa Catarina

Estiagem em SC: Com chuva mal distribuída, municípios continuam em alerta

Conforme dados, entre 286 municípios monitorados, 214 estão em estado de normalidade, 56 em atenção, 13 em alerta e 3 em crítico
Estiagem em SC: Com chuva mal distribuída, municípios continuam em alerta
Ver mais de Geral