Interesse Habitação
Geral

Correios emite nota sobre paralisação parcial dos funcionários

Ainda de acordo com a nota, foi feito um levantamento parcial que mostra que 82% do efeito total da empresa está trabalhando regularmente

12 Set 2019 - 06h00Por Camila Silveira Rosa
Correios emite nota sobre paralisação parcial dos funcionários - Crédito: Reprodução Crédito: Reprodução

Iniciou na quarta-feira (11), uma paralisação geral dos funcionários dos Correios por tempo indeterminado. A paralisação é para impedir a redução dos salários e de benefícios e, os grevistas são contra a privatização da estatal.

Na tarde de ontem, a assessoria de imprensa dos Correios, emitiu uma nota sobre a greve que diz que “a empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população”.

Ainda de acordo com a nota, foi feito um levantamento parcial que mostra que 82% do efeito total da empresa está trabalhando regularmente. Em Santa Catarina, esse número é de 79,23%.

Desde o início de julho, a empresa está executando um plano de saneamento financeiro para garantir a competitividade e sustentabilidade dos Correios. A estatal participa de reuniões com representantes sindicais da categoria para apresentar a situação econômica, que tem um prejuízo acumulado, atualmente na ordem de R$ 3 bilhões.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Corupá

Acidente de trabalho movimenta os Bombeiros de Corupá

Os Bombeiros foram acionados no bairro Seminário
Acidente de trabalho movimenta os Bombeiros de Corupá
Schroeder

Jovem cai de uma altura de aproximadamente três metros em Schroeder

A ocorrência aconteceu no bairro Sossego
Jovem cai de uma altura de aproximadamente três metros em Schroeder
Geral

SINE divulga vagas de emprego disponíveis em Jaraguá do Sul

Interessados devem comparecer à agência Sine em Jaraguá do Sul, no piso térreo da Rodoviária
SINE divulga vagas de emprego disponíveis em Jaraguá do Sul
Brasil

Aprovada, reforma das telecomunicações depende agora de regulamentação

A efetivação da proposta, no entanto, dependem de complexas regulamentações. A lei segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro
Aprovada, reforma das telecomunicações depende agora de regulamentação
Ver mais de Geral