Imobiliária Coralli
Geral

CONSTRUÇÃO CIVIL: Mesa Permanente da Indústria cria regras

31 Ago 2012 - 16h12

31.08.2012 - Mesa Permanente da Indústria da Construção cria regras para atuação de representantes sindicais nas obras

Foi concluído nesta quinta-feira (30/08) o Regimento da Representação Sindical no Local de Trabalho, que estabelece as regras básicas para a atuação de representantes dos trabalhadores nas obras da indústria da construção. O documento, construído por um grupo de trabalho formado por representantes do governo, dos trabalhadores e dos empresários, tem o objetivo de facilitar o diálogo e a solução de demandas nos canteiros de obras das empresas que aderirem ao Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção.


"Essa forma de atuar democratiza as negociações entre as entidades sindicais e as empresas de construção. É um passo muito importante, que tende a transformar a maneira como são resolvidas as questões entre trabalhadores e empresários", permitindo que eles possam enfrentar situações difíceis com soluções criativas, sem qualquer risco de ruptura",avalia José Lopez Feijóo, assessor da Secretaria-Geral responsável pela condução da Mesa Permanente da Indústria da Construção.

De acordo com o Regimentoda Representação Sindical no Local de Trabalho, todas as obras com duração igual ou maior que seis meses poderão ter uma Comissão de Trabalhadores. A Comissão será composta por um representante para obras com 200 empregados ou mais, acrescido de um para cada grupo de 500 empregados adicionais, até o limite de sete. Os integrantes da Comissão serão indicados pelo sindicato de trabalhadores preponderante e terão mandato de seis meses, que poderá ser renovado a critério do sindicato.

Caberá à Comissão receber as demandas dos trabalhadores, avaliar sua pertinência e propor encaminhamento, bem como avaliar o cumprimento das diretrizes do Compromisso Nacional, inclusive por empresas subcontratadas.O coordenador da Comissão terá a responsabilidade de convocar e conduzir reuniões e debates com os trabalhadores, que serão sempre realizados nas dependências dos canteiros de obras.


O diálogo entre trabalhadores e a empresa sobre questões específicas da obra será feito por meio de um Comitê Bipartite, composto pela Comissão de Trabalhadores e até três representantes da empresa no canteiro. Os representantes da empresa ficarão responsáveis por dar prosseguimento e buscar solução, junto aos responsáveis pela obra, para as demandas da Comissão de Trabalhadores. Quando houver necessidade, o Comitê Bipartite poderá se reunir com os responsáveis pela obra, inclusive para avaliar demandas não solucionadas, por exemplo. Além disso, quando a demanda não chegar a uma solução no Comitê Bipartite, a Comissão de Trabalhadores poderá levá-la para análise do sindicato.

As normas de condutada Comissão de Trabalhadores e do Comitê Bipartite, o tempo e a frequência de reuniões eo prazo para a solução de demandas serão definidos em acordo coletivo específico firmado entre o sindicato preponderante e o canteiro de obras.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Estiagem em SC: Com chuva mal distribuída, municípios continuam em alerta

Conforme dados, entre 286 municípios monitorados, 214 estão em estado de normalidade, 56 em atenção, 13 em alerta e 3 em crítico
Estiagem em SC: Com chuva mal distribuída, municípios continuam em alerta
Esportes

Sete modalidades abrem Paralimpíada de Tóquio no ano que vem

Cronograma indica primeira medalha no ciclismo de pista
Sete modalidades abrem Paralimpíada de Tóquio no ano que vem
Geral

CIEE registra aumento no número de vagas de estágio e aprendizagem

Mês de abril registrou maior retração devido à covid-19
CIEE registra aumento no número de vagas de estágio e aprendizagem
Economia

Captação da poupança bate recorde para meses de julho

Depósitos superaram saques em R$ 27,14 bilhões no mês passado
Captação da poupança bate recorde para meses de julho
Ver mais de Geral