Geral

Começa domingo o centenário da Paróquia São Sebastião

01 Ago 2011 - 11h36

A Paróquia São Sebastião de Jaraguá do Sul abre no domingo, dia 31 de julho, a programação alusiva ao centenário de fundação da primeira paróquia católica da cidade. Uma missa às 19 horas marcará o início das comemorações, que terão eventos e celebrações até o mês de agosto de 2012. Para organizar os festejos, seis comissões foram montadas. Elas são compostas por padres, membros das diversas pastorais e por voluntários da comunidade. Os 100 anos da Paróquia também marcam o centenário dos padres dehonianos em Jaraguá do Sul. O fato será lembrado com uma missa seguida de almoço aos padres, em outubro deste ano.


A Festa do Padroeiro São Sebastião, em 22 de janeiro de 2012, está no calendário anual de festividades da igreja. Celebrações e atividades especiais estão sendo programadas para esta data. Uma Ordenação Diaconal, o Dia do Sagrado Coração de Jesus e o aniversário de Jaraguá em 2012, também fazem parte do calendário de eventos do centenário da Paróquia São Sebastião. Durante as comemorações, haverá novenas e a presença do arcebispo primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, cuja celebração feita por ele está prevista para o mês de junho do ano que vem. No dia 5 de agosto de 2012, acontecerá a grande Festa do Centenário.

A programação completa está sendo elaborada pelas comissões e será divulgada amplamente em breve.

A PARÓQUIA

A Paróquia São Sebastião de Jaraguá do Sul foi criada por decreto de Dom João Becker, Bispo Diocesano de Florianópolis, no dia 31 de julho de 1912. Desde a fundação do município formou-se uma pequena comunidade católica, ligada a Paróquia de Joinville. O Distrito de Jaraguá era ligado à Diocese do Rio de Janeiro desde sua fundação em 1876. Foi em 1892 que passou para a Diocese de Curitiba, até 19 de março de 1908, quando integrou a Diocese de Florianópolis. E em 17 de janeiro de 1927 passou a fazer parte então da Diocese de Joinville.

No início, os padres Franciscanos davam assistência religiosa à comunidade, mais tarde assumindo os padres de Joinville. A primeira capela surgiu na Barra do Rio Cerro que funcionava como escola, pelos fins do século passado. Há registros da existência de algumas capelas antes do ano 1900, sendo: Santo Estevão, Santíssima Trindade, Nossa Senhora das Graças, Nossa Senhora do Rosário (duas com este titular: uma no Molha e outro em Nereu Ramos).

Em 1910, Pe. Ernesto Schultz, coadjutor da Paróquia de Joinville, veio para Jaraguá com a missão de preparar aqui a criação da Paróquia. Foi o primeiro padre estável. Em 1911, por indicação do pároco de Joinville, Pe. José Sundrupp, foi que o então bispo diocesano, Dom João Becker, decidiu pela criação da Paróquia. Como não houvesse clero secular para assumir a nova paróquia, o Bispo recorreu à Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, recentemente estabelecida no Brasil (1903), que assumiu a direção desta nova paróquia. "A primeiro de outubro de 1911, os padres Henrique Mel ler e Pedro Franken, devidamente autorizados pelo Senhor Bispo diocesano tomara posse da administração eclesiástica do distrito de Jaraguá, que brevemente será erigida em paróquia, sob o título de Santa Emília".(Esta anotação consta da "Resenha Eclesiástica", órgão oficial da Diocese de Florianópolis, outubro de 1911, ano 1, n º 1, pág. 128).

Enquanto a comunidade evangélica já tinha sua paróquia, com templo, escola e pastor, os católicos não tinham ainda nem capela. Ao chegarem a Jaraguá os dois padres da Congregação se instalaram numa pensão. Celebravam a missa em casa particular. No mesmo ano alugaram duas casas vizinhas à pensão. Numa delas instalaram modesta biblioteca, duas camas e uma mesa simples com algumas cadeiras. A outra servia de cozinha, matriz e escola. Aos domingos tiravam-se os bancos escolares e realizavam-se as celebrações. Foi com a ajuda do advogado e promotor em Joinville César Pereira de Souza, que a construção começou a se tornar possível. Ele integrou a comissão de construção da Igreja, fez contatos, inclusive com o Bispo. Sua mãe Emília Pereira de Souza foi a primeira doadora em dinheiro para a Igreja. Ela ainda providenciou a planta de construção, enviada de Paris, onde residia.

Constituída assim a comissão de construção, tendo representantes de todas as regiões da paróquia. São os seguintes: Dr. Francisco Tavares Sobrinho, Venâncio da Silva Porto, Angelo Rubini - Rio Cerro, Henrique Piazera - Rio Cerro, Franz Fischer - Alto Jaraguá, Geor Wolf - Garibaldi, Ernesto Rücker - Hansa, Luiz Silva - Estrada Itapocu, Seraphim José dos Santos - Bananal, João Doubrawa - Itapocuzinho. Em 21 de outubro de 1910, Pe. Ernesto Schultz, encarregado do Distrito de Jaraguá, escreveu um relatório ao bispo relatando as capelas existentes. E em 31 de julho de 1912, foi criada a Paróquia de Jaraguá tendo como primeiro pároco, o Pe. Henrique Meller SCJ, auxiliado pelo Pe. Pedro Franken SCJ.

O movimento religioso cresceu rápido e em pouco tempo a paróquia tinha 12 capelas espalhadas no interior da colônia. Compunham o território da Paróquia as regiões de Corupá, Schoroeder, Guaramirim e Jaraguá. A primeira preocupação do Pe. Franken foi à construção de uma Matriz. Depois de muito sacrifício, com participação dos próprios padres como operários, surgia a Matriz de Jaraguá do Sul, inaugurada dia 3 de janeiro de 1917. O padre Franken comandou também a construção de uma escola paroquial. Acreditava que a escola era o prolongamento da família, por sua vez o ambiente propício para se lançar as bases de uma paróquia bem constituída.

A princípio as aulas eram ministradas pelos padres, que logo pelo excesso de trabalho procuraram professores. Conseguindo a vinda, em 1919, das Irmãs da Divina Providência, que assumiram a escola, onde hoje se encontra o Colégio São Luis, dos Irmãos Maristas. Em 1940, o pároco Pe. Alberto Jacobs fez convite aos Irmãos Maristas para que assumissem o Colégio São Luís. As irmãs passaram para as novas dependências, onde hoje está o Colégio Divina Providência. E foi no dia 16 de julho de 1926, por proposição declarada e constituída a "São Sebastião" a Paróquia de Jaraguá do Sul. A primeira Igreja Matriz foi construída no morro onde hoje se encontram os pavilhões de festas. Esta antiga Igreja em estilo gótico, foi demolida em 1957. Hoje a Matriz São Sebastião possui um majestoso templo, cuja estrutura iniciou em 1958, tendo como pároco Pe. Donato Wiemes, e foi inaugurada em 1962.

Desde a criação da Paróquia, fazem-se presentes os padres da Congregação do Sagrado Coração de Jesus. Os párocos, desde então, foram os seguintes:

1912 - Pe. Henrique Meller

1912 a 1919 - Pe. Pedro Franken

1919 a 1921 - Pe. José Rogmann

1921 a 1924 - Pe. Henrique Meller

1925 a 1927 - Pe. Remaclo Foxius

1927 a 1931 - Pe. João Stolte

1932 a 1933 - Pe. Henrique Meller

1933 a 1955 - Pe. Alberto Jacobs

1955 a 1957 - Pe. Orlando dos Passos Kleis

1957 a 1964 - Pe. Donato Wiemes

1964 a 1965 - Pe. Conrado Rech

1965 a 1966 - Pe. Francisco Luchtenberg

1966 a 1978 - Pe. Elemar Scheid

1978 a 1986 - Pe. João Heidemann

1987 a 1994 - Pe. José Felipe Dalcegio

1995 a 1997 - Pe. Claudionor José Schmitt

1998 a 2000 - Pe. João Sebastião Boeing

2000 a 2006 - Pe. Sildo César da Costa

2007 a 2010 -Pe. Carlos Alberto Rodrigues

Nota: O primeiro vigário efetivo foi o Pe. Pedro Franken. Ele faleceu aos 39 anos de idade.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Barra Velha busca exemplo de Jaraguá para coleta seletiva

O Samae espera coletar mais de 8 mil toneladas de material reciclável em 2021
Barra Velha busca exemplo de Jaraguá para coleta seletiva
Geral

Entidades de Jaraguá recebem mais de 840 quilos alimentos através da campanha VacinAção Solidária

Contando com esta entrega, a campanha VacinAção Solidária já arrecadou mais de uma tonelada de alimenetos para famílias em vulnerabilidade social
Entidades de Jaraguá recebem mais de 840 quilos alimentos através da campanha VacinAção Solidária
Política

Bolsonaro participa de cúpula virtual sobre clima

Encontro promovido pelo governo norte-americano ocorre hoje e amanhã
Bolsonaro participa de cúpula virtual sobre clima
Geral

Parte de ponte cai e carros ficam presos em Brusque

Ninguém ficou ferido
Parte de ponte cai e carros ficam presos em Brusque
Ver mais de Geral