Fiscalização

Cobrança de taxa de 10% em restaurante é ilegal

27 Mai 2011 - 16h55

O Procon de Jaraguá do Sul inicia nos próximos dias uma campanha de fiscalização a bares, restaurantes, lanchonetes e danceterias no que diz respeito a cobrança da taxa de serviço de 10%. De acordo com a constituição Federal e o Código de Defesa do Consumidor, a cobrança quando feita como uma obrigação ou dívida do consumidor, é abusiva, é ilegal. Por isso, fiscais do Procon vão verificar se e  de que forma os estabelecimentos comerciais estão cobrando essas taxas. Segundo o diretor Adilson Macário de Oliveira Junior, no caso de irregularidades, serão emitidos autos de infração.

[jwplayer mediaid="92749"]

 

O diretor do Procon ressalta que é importante o consumidor ter conhecimento dos seus direitos e diz qual o procedimento sugerido pelo Procon, no caso de cobrança da taxa de serviço de 10%.

[jwplayer mediaid="92747"]

 

O consumidor terá 90 dias para registrar sua reclamação e em caso de comprovação de infração, o estabelecimento será autuado e multado em valores que variam de R$ 212,00 a R$ 3 milhões e 19 mil, dependendo do faturamento da empresa por reclamação registrada. O valor de 10% terá que ser devolvido ao consumidor.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Legislativo jaraguaense completa 85 anos nesta quarta

Hoje o Legislativo está em sua 20ª legislatura e 169 pessoas já tiveram a incumbência de exercer a vereança no município. Dez delas, mulheres.
Legislativo jaraguaense completa 85 anos nesta quarta
Geral

Dose solidária: prefeituras se unem em campanha de arrecadação de alimentos

Doações podem ser feitas nos pontos de vacinação contra a Covid-19
Dose solidária: prefeituras se unem em campanha de arrecadação de alimentos
Geral

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo

Decisão vale somente para o caso concreto
STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo
Geral

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Nova norma afasta incertezas sobre benefício da Lei Aldir Blanc
Ver mais de Geral