domingo, 26 de maio de 2019 - 22h20
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo
Piermann - Maio
Geral

Centro de Convivência de Jaraguá do Sul completa 20 anos neste sábado

Cerca de 50 atividades voltadas aos idosos e às mulheres são desenvolvidas anualmente, envolvendo mais de 1,5 mil participantes

17 Mai 2019 - 06h00Por PMJS
Centro de Convivência de Jaraguá do Sul completa 20 anos neste sábado - Crédito: Divulgação / PMJS Crédito: Divulgação / PMJS

O Centro de Convivência Arnoldo Leonardo Schmitt completa 20 anos neste sábado (18), mas o evento comemorativo organizado pela Secretaria de Assistência Social e Habitação está agendado para o dia 6 de junho. Criado inicialmente como Centro de Convivência da Terceira Idade e instalado no pavilhão C do Parque Municipal de Eventos, o espaço recebeu o atual nome ao ter suas instalações transferidas em 2008 para prédio localizado na Rua Marina Frutuoso, no Centro. Lá funcionou até agosto de 2015, quando retornou para a antiga sede, porém revitalizada, ganhando a companhia do Programa Espaço Mulher.


De acordo com a secretária de Assistência Social e Habitação, Maria Santin Camello, atualmente mais de 50 atividades são desenvolvidas por ano no Centro de Convivência, envolvendo iniciativas específicas voltadas às mulheres – por meio do Espaço Mulher –, aos idosos, aos grupos de terceira idade e aos clubes de mães. “Mas também realizamos atividades conjuntas entre dois e, às vezes, os quatro grupos, com o intuito de promover a integração entre esses públicos, possibilitando vivenciar experiências que contribuam para o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários”, acrescenta.


“Para os idosos, especificamente, trabalha-se com o objetivo de oferecer a eles oportunidade para o desenvolvimento de habilidades, ampliar sua rede de relacionamentos, melhorar sua qualidade de vida e proporcionar oportunidade de interação social, diversão e aprendizagem”, explica a secretária, complementando: “Já às mulheres, busca-se despertar nelas o talento e o aprimoramento das competências pessoais, incentivar sua independência e elevar sua autoestima.” Ela destaca que o Centro de Convivência e o Espaço Mulher contam com 20 servidores, entre pessoal administrativo e equipes técnica e de apoio, que atuam na organização e implementação de programas e eventos voltados aos idosos e às mulheres, atendendo cerca de 1,5 mil pessoas anualmente.

Espaço Mulher

A chefe de Proteção Social Básica, Hildegard Boshammer, informa que oito oficinas promovidas pelo Espaço Mulher começaram em abril e encerram no próximo mês de junho, envolvendo um total de 80 participantes: Enxoval de Bebê; Técnicas com Caixas; Reciclagens Diversas com Madeira, Latas e Vidros; Boneca de Pano; Técnica de Feltragem; Patchwork Básico para Iniciantes; Reciclagem em Tecidos de Sofá; Pintura em Tecido. Antes, em março, o Espaço Mulher já havia realizado grupos relâmpagos voltados à aplicação de técnicas para confecção de trabalhos com motivos pascais.

Além disso, coordenou o evento comemorativo ao Dia Internacional da Mulher, no dia 15 de março, reunindo cerca de 400 participantes, a quem foram proporcionadas reflexões com palestras sobre violência contra a mulher e serviços de atendimento às vítimas, empoderamento e autoestima. Recentemente, na última sexta-feira (10), também realizou a homenagem ao Dia das Mães, com mais de 500 participantes. “Esses foram dois dos eventos que envolveram também o público idoso e os clubes de mães”, destaca Hildegard, adiantando que o Baile a Fantasia, previsto para setembro, e o evento alusivo ao Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher, em novembro, também serão ações integradas de iniciativa do Espaço Mulher. “São sempre momentos de valorização das mães e das mulheres no seu papel dentro da família e da comunidade”, destaca Hildegard Boshammer.

Clubes de Mães

Entre as atividades destinadas aos clubes de mães estão as capacitações oferecidas às suas coordenadoras e vices em encontros anuais, geralmente no mês de julho, com mais de 100 participantes. Atualmente a Secretaria de Assistência Social apoia os 53 clubes que atuam no município, com um total de aproximadamente mil integrantes. Desses, 37 são vinculados à Associação dos Clubes de Mães de Jaraguá do Sul, entidade promotora da Osterpark – com apoio da prefeitura jaraguaense –, que teve sua terceira edição realizada nos fins de semana, de 9 de março a 14 de abril, no pavilhão A do Parque de Eventos.

Idosos

Com 35 grupos de terceira idade em funcionamento hoje no município, reunindo um total de aproximadamente 3 mil frequentadores, os idosos compreendem o principal público atendido no Centro de Convivência, sendo a eles destinada a maior parte das atividades. Somente em oficinas são 19 opções – tapeçaria; bonecas; patchwork; crochê iniciante; ginástica; ginástica especial; cozinha experimental; ativando a memoria; inclusão digital; jogos de mesa; práticas corporais; grupo musical 1; grupo musical 2; treinamento funcional; coral; marcenaria; maturidade digital (parceria com Senac), cinema e cancha de bocha – desenvolvidas durante o ano, envolvendo 400 inscritos.“Eles recebem todo o auxílio da assistente social e terapeuta ocupacional em relação a várias palestras, tais como Terapia do Sono, Quedas e Fraturas, Ativando Memória, entre outros temas”, informa Hildegard Boshammer.

Além das oficinas, também promove diversos eventos, como a tradicional Colônia de Férias, que acontece em fevereiro e este ano reuniu no Parque Malwee cerca de 600 participantes em três manhãs de atividades – caminhadas, ginástica e jogos de mesa, por exemplo –, mais a tarde de encerramento, com baile e lanche. Em abril ocorreu a cerimônia de abertura da 20ª edição dos Jogos Integrativos da Terceira Idade (Jiti), no Centro de Convivência, com a participação de aproximadamente 350 pessoas, entre atletas e convidados.

Realizados anualmente, os Jiti movimentam os grupos de terceira idade, que inscrevem seus representantes em competições nos naipes masculino e feminino de oito modalidades (bolão, bocha, canastra, dominó, truco, doopelkopf, general e tiro). Mais de mil atletas participam das competições organizadas de maio a outubro. “Embora seja um fator motivacional, vencer as disputas não é o mais importante nesse evento, que foi criado pensando em proporcionar intercâmbio sociocultural e esportivo, oferecendo espaço e tempo maior para uma integração mais efetiva entre os participantes”, explica Hildegard, destacando ainda o Dia Internacional do Idoso, Show de Talentos e Tarde da Melhor Idade na Schützenfest entre as demais promoções do Centro de Convivência.

Segundo a secretária de Assistência Social e Habitação, Maria Santin Camello, para viabilizar todas essas atividades e eventos, o Centro de Convivência investiu cerca de R$ 535 mil em 2018, em recursos próprios. Já o investimento deste ano para o setor está orçado em R$ 500 mil.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Odontocop - Maio