Horário de verão

Celesc espera redução de 5% no consumo de energia com o horário de verão

16 Out 2012 - 11h35

No próximo domingo, dia 21, os relógios devem ser adiantados em uma hora nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do Brasil, além do Estado da Bahia, para o início do horário de verão. A medida vai durar até o dia 17 de fevereiro de 2013 e tem o objetivo de economizar energia entre 18h e 22h, conforme destaca o gerente regional da Celesc de Jaraguá do Sul, Luiz Melro.

[jwplayer mediaid="69158"]

A edição passada, que durou 133 dias, indicou uma redução de quase 5% na carga do sistema elétrico da Celesc e 0,5% na energia em sua área de concessão. A previsão da Celesc para esta edição, que dura 116 dias, é uma economia semelhante.  A redução esperada equivale a 75% da carga de Florianópolis ou 35% da carga do município de Joinville no horário de ponta durante o período do horário de verão. Em relação à redução no consumo de energia, conforme a Celesc, o valor representa aproximadamente ao consumo de um município como Campos Novos, com 12.663 unidades consumidoras, 9,8% do consumo do município de Blumenau ou 34,5% do consumo do município de Lages. Melro faz uma projeção para o período em Jaraguá do Sul.

[jwplayer mediaid="69160"]

De acordo com a Celesc, com o anoitecer mais tarde, as pessoas aproveitam mais a luz do dia e, consequentemente, economizam mais energia. Com a luminosidade em alta até quase 21h, os relógios devem ser adiantados em uma hora. Segundo o Ministério de Minas e Energias, a economia foi R$ 160 milhões em todo o Brasil no ano passado. Para a Celesc, além da economia de energia, a implantação do horário de verão pode gerar outros benefícios, como incentivo da atividade turística e aumento da qualidade e segurança do fornecimento de energia elétrica ao consumidor.

(JANICI DEMETRIO)

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Média histórica do Auxílio-Cidadão de Jaraguá apresenta nova elevação em março

Desde o início da pandemia, o número de benefícios mensais concedidos se mantém acima da média de três mil. Em 2021, o valor investido é de quase R$ 1,4 milhão
Média histórica do Auxílio-Cidadão de Jaraguá apresenta nova elevação em março
Geral

Estabelecimentos turísticos podem usar cadastros gratuitos para divulgação

Cadastur e Viaje+SC dão visibilidade aos estabelecimentos em todo o País e fora dele
Estabelecimentos turísticos podem usar cadastros gratuitos para divulgação
Geral

Companhia aérea é condenada a indenizar casal de Jaraguá por dano moral

Casal pagou por poltronas mais confortáveis, em viagem para os EUA, mas não conseguiu usar
Companhia aérea é condenada a indenizar casal de Jaraguá por dano moral
Geral

Social chama munícipes para atualização do Cadastro Único em Guaramirim

Serão atendidas as famílias que tenham realizado sua última atualização cadastral no ano de 2019 ou antes
Social chama munícipes para atualização do Cadastro Único em Guaramirim
Ver mais de Geral