Imobiliária Coralli
Geral

Celesc ainda trabalha na área atingida por fogo ontem no centro da cidade

31 Jul 2012 - 11h17

A região da rua Reinoldo Rau, onde ocorreu o incêndio de uma loja de brinquedos ainda não voltou ao normal. Nesta segunda-feira, até mesmo à noite, era possível verificar motoristas e curiosos circulando por ali para ver o estrago causado pelo fogo. As causa do incêndio estão sendo levantadas, bem como as perdas, que podem chegar a R$ 1 milhão.


A Celesc desliga novamente a energia elétrica nas imediações do prédio incendiado na madrugada desta segunda-feira. O desligamento acontece nesta manhã, conforme informação do engenheiro e gerente da Divisão Técnica da Gerência Regional da Celesc, Danilson Wolff. Segundo ele, o desligamento permite o conserto de parte da rede danificada pelo fogo e afeta os clientes das ruas Reinoldo Rau, entre a Domingos da Nova e o trilho e laterais, bem como parte da Marechal Deodoro do Calçadão e laterais. Na tarde de ontem, ele avaliou os estragos causados pelo incêndio à rede elétrica.

[jwplayer mediaid="72096"]

Em relação ao trânsito, o Capitão Ayres Piloneto, lembrou na tarde de ontem que muitos curiosos ainda passam pelo local para ver o que aconteceu. Ele ainda deu uma orientação aos motoristas que foram notificados pelo semáforo da Reinoldo Rau.

[jwplayer mediaid="72098"]

(ROGÉRIO TALLINI / DIAS GOMES)

Matérias Relacionadas

Geral

Federação de Bancos alerta para aumento de fraudes durante a pandemia

Houve alta de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos
Federação de Bancos alerta para aumento de fraudes durante a pandemia
Saúde

Covid-19: estudo com 50 mil pessoas aponta segurança da vacina chinesa

CoronaVac está na última etapa de estudos em humanos
Covid-19: estudo com 50 mil pessoas aponta segurança da vacina chinesa
Esportes

Tóquio exigirá testes de covid-19 para atletas, mas não quarentena

Primeiro-ministro do Japão e Thomas Bach iniciaram projeto de regras
Tóquio exigirá testes de covid-19 para atletas, mas não quarentena
Segurança

[VÍDEO] Polícias Militar e Civil procuram informações sobre homem que assaltou estabelecimentos em Guaramirim

O rapaz de aproximadamente 1,60, cabelo enrolado, sempre usa boné e máscara, cometeu pelo menos dois crimes no Centro
[VÍDEO] Polícias Militar e Civil procuram informações sobre homem que assaltou estabelecimentos em Guaramirim
Ver mais de Geral