GNet
Caso Emili

Caso Emili: Resultado do DNA deve sair em 15 dias

01 Set 2015 - 12h41


A polícia americana deve divulgar em 15 dias o laudo que comparou o DNA da mãe de Emili Miranda Anacleto com o da menina encontrada morta na margem de um rio nos Estados Unidos. A informação foi dada pelo delegado Wanderlei Redondo, responsável pela Delegacia de Desaparecidos, em Florianópolis.


Inicialmente, a previsão era de que o resultado fosse divulgado ainda no mês passado, porém, houve um atraso na chegada do material genético aos Estados Unidos. Conforme Redondo, ao invés de o material ser envido via malote, o agente de polícia norte-americano, Phillip Chaves, o levou pessoalmente, o que ocasionou o atraso.

Conforme a delegada responsável pelo caso, Milena de Fátima Rosa, afirmou à Rádio Jaraguá, na semana passada, a expectativa era de que o resultado fosse divulgado no dia 29 de agosto, quando completou 30 dias da coleta do material.


No dia 29 de julho, perito norte-americano – lotado na Embaixada dos EUA em Brasília – esteve em Jaraguá do Sul para coletar amostras de saliva da mãe de Emili, Josenilda Alves Miranda. O exame foi solicitado pela Delegacia de Jaraguá do Sul, através da Delegacia de Desaparecidos de Florianópolis, após internautas relatarem semelhança entre Emili, desaparecida desde maio de 2014, com a menina encontrada morta nos Estados Unidos. As suspeitas sobre a suposta relação entre os dois casos ganharam as redes sociais no dia 9 de julho, após reportagem da BBC Brasil sobre o desaparecimento nos Estados Unidos. Ao saberem do caso, leitores brasileiros apontaram semelhanças com a menina desaparecida em Jaraguá do Sul, entrando inclusive em contato com a polícia.

 Emili desapareceu no dia 21 de maio do ano passado, quando foi levada pelo pai, Alexandre Anacleto, durante uma visita assistida na casa da mãe, Josenilda Miranda.  Três dias após o acontecido, Alexandre foi encontrado morto dentro do carro, carbonizado na praia de Itajuba, em Barra Velha.

GNet

Matérias Relacionadas

Geral

Morre no Rio, aos 75 anos, o autor de novelas Gilberto Braga

Ele escreveu obras clássicas da TV, como Dancin' Days
Morre no Rio, aos 75 anos, o autor de novelas Gilberto Braga
Geral

Cartórios passam a receber denúncias de violência doméstica

Campanha Sinal Vermelho auxiliará mulheres de modo discreto e sigiloso
Cartórios passam a receber denúncias de violência doméstica
Saúde

Covid-19: Jaraguá antecipa vacina Pfizer para quem tomou a D1 até 31/8

Lembrando que a Central de Vacinas Covid-19 não atenderá mais aos domingos
Covid-19: Jaraguá antecipa vacina Pfizer para quem tomou a D1 até 31/8
Geral

Cães são encontrados mortos em sacos de lixo em Jaraguá

Animais estavam dentro de um 'Saco Verde', junto com material reciclável
Cães são encontrados mortos em sacos de lixo em Jaraguá
Ver mais de Geral