GERAL

Câmara aprova divórcio imediato em caso de violência doméstica

27 Mar 2019 - 21h57Por Camila Turtelli

Os deputados aprovaram nesta quarta-feira projeto de lei que permite às vítimas de violência doméstica pedirem a decretação imediata do divórcio ou o rompimento de união estável com o agressor. A medida precisam ainda ser aprovada pelo Senado para virar lei.

O texto aprovado é um substitutivo da deputada Erika Kokay (PT-DF). A deputada incluiu no projeto a necessidade de a vítima ser informada sobre o direito a pedir imediatamente o divórcio e a possibilidade de o juizado decidir sobre esse divórcio sem tratar da partilha de bens, que poderá ser feita posteriormente. "A mulher, ao estar em situação de violência doméstica e ter direito às medidas protetivas, ela também terá, da parte do Estado, a possibilidade de rompimento da relação que provoca tanto sofrimento", disse a deputada.

A medida faz uma alteração na Lei Maria da Penha, colocando essa possibilidade de divórcio ou de dissolução da união estável entre as medidas a serem tomadas pelo juiz para assistência às mulheres vítimas de violência doméstica.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder

A ocorrência foi registrada pelos bombeiros voluntários às 5h13 desta sexta-feira (7)
Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder
Geral

Público, privado, polícia e MP debatem pessoas em situação de rua

A reunião teve como objetivo a integração cada vez maior entre os órgãos que lidam com pessoas em situação de rua, para que as ações sejam mais efetivas e tenham consequências mais duradouras, como o encaminhamento aos serviços adequados
Público, privado, polícia e MP debatem pessoas em situação de rua
Geral

Homem é flagrado andando completamente nu em SC 

Ele estava desorientado e não sabia dizer o próprio nome
Homem é flagrado andando completamente nu em SC 
Geral

Com renda revertida para a AMA, livro Vó Nica Sabores de Casa ganha segunda edição

A publicação reúne 60 preparações, além de histórias e depoimentos emocionantes sobre a mãe, Ingelore Müller. 
Com renda revertida para a AMA, livro Vó Nica  Sabores de Casa ganha segunda edição
Ver mais de Geral