Geral

Brasil está preparado para enfrentar crise com "mínimo de danos", afirma Mantega

04 Ago 2011 - 19h24

Com o agravamento do quadro internacional, que fez a Bovespa despencar mais de 6% hoje, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quinta-feira que o Brasil está preparado para enfrentar o problema com o mínimo de danos para a economia brasileira.

- Houve um agravamento da situação internacional que tem atingido as bolsas no mundo todo e aqui também no Brasil, e isso reflete o enfraquecimento dos EUA e a situação europeia que não está resolvida. Eu espero que não continue esse agravamento - avaliou o ministro, em rápida entrevista na portaria do Ministério da Fazenda, antes de embarcar para o Peru.

Segundo Mantega, o país nunca esteve tão bem e tão preparado para enfrentar as consequências de uma nova crise.

- Nós não só temos mais reservas, como temos os mecanismos, os instrumentos que criamos na crise de 2008 e que poderão ser implementados a qualquer momento - afirmou.

O ministro disse que o governo tem de ficar alerta e olhar as consequências desse quadro internacional na economia. Mantega disse que não acredita no overshooting do dólar, mas espera um "movimento relativo" da moeda.

 

AGÊNCIA ESTADO

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Geral

Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo

Os usuários que estacionarem na Zona Azul da cidade e não efetuarem o pagamento, continuarão a receber o Aviso de Cobrança de Tarifa, mas somente poderão efetuar a quitação no prazo de até 10 minutos a partir do horário de emissão do aviso
Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo
Saúde

Havan ajuda na compra de dois respiradores

Um deles foi doado para o Samu de Joinville e o outro para Barra Velha. Ambos vão atender os pacientes do município quando precisam ser transportados com urgência para hospitais da região
Ver mais de Geral