dengue
Geral

Berlusconi corta apoio a ação militar na Líbia

08 Jul 2011 - 11h37

A Itália anunciou ontem que reduzirá sua participação na operação militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na Líbia, colocando em evidência a falta de sintonia entre os aliados europeus em sua campanha contra o ditador Muamar Kadafi.


O volume de dinheiro destinado à guerra na Líbia por Roma será cortado. Nos três primeiros meses do conflito, foram gastos 142 milhões de euros. Até setembro, o governo italiano destinará 58 milhões de euros. O porta-aviões Garibaldi será substituído por um navio menor, o que significará o uso de mil soldados a menos. Os aviões serão substituídos por jatos que farão operações a partir das bases italianas.

"Eu era contra e sou contra a intervenção que terminará de uma forma que ninguém sabe", declarou o premiê italiano, Sílvio Berlusconi, que por anos manteve uma boa relação com Kadafi e o estimulou a investir na Itália. Ele disse que a pressão para que se unisse à operação na Líbia "não foi dos Estados Unidos, mas de um grande país europeu", referindo-se à França. "Fizemos perguntas muito precisas aos protagonistas da iniciativa - ou seja, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o premiê britânico, David Cameron", disse. "A resposta foi que a guerra terminaria quando houvesse uma revolta da população de Trípoli contra o regime", disse Berlusconi.

O premiê tem sido pressionado pela Liga Norte, partido que garante sua maioria no Parlamento, a sair do combate. Tanto por causa dos custos quanto pela onda de imigração para o território italiano. Berlusconi está sendo criticado desde que a Líbia decidiu dar contratos que estavam nas mãos de empresas italianas no setor do petróleo a companhias de China e Rússia, países que se opõem à guerra.

Fonte: Estado de SP



Matérias Relacionadas

Geral

Confira as previsões do horóscopo para hoje

Saiba o que os astros reservam para você no amor, vida profissional e viagens
Confira as previsões do horóscopo para hoje
Geral

Número de catarinenses que destinam IR a projetos sociais sobe 25%

Em 2024, 16,9 mil contribuintes fizeram aportes em projetos no estado, contra 13,5 mil em 2023; Montante direcionado cresceu 18% no período
Número de catarinenses que destinam IR a projetos sociais sobe 25%
Geral

Guaramirim define prazo para isenção de Imposto Rural em Perímetro Urbano

Agricultores devem solicitar isenção até 11 de novembro
Guaramirim define prazo para isenção de Imposto Rural em Perímetro Urbano
Geral

Igreja de São João do Itaperiú destruída por temporal será reinaugurada neste mês

Reinauguração ocorre durante a tradicional festa de São João Batista, de 21 a 23 de junho
Igreja de São João do Itaperiú destruída por temporal será reinaugurada neste mês
Ver mais de Geral