Imobiliária Coralli
Geral

Bebê morre à espera de vaga em UTI neonatal no Distrito Federal

04 Jun 2012 - 13h54

Um bebê recém-nascido morreu na noite deste domingo (3) em Santa Maria, região administrativa a 26 quilômetros de Brasília, à espera de  vaga em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal no hospital público da cidade.

O chefe de equipe da unidade de saúde não quis comentar o caso. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Saúde e aguarda retorno.


O bebê nasceu no sábado (2) com oito meses de gestação, 47 centímetros e com quase 2,5 quilos. O pai da criança, Silvan José de Freitas, contou que a mulher dele chegou ao Hospital Regional de Santa Maria na última quinta-feira (31) após romper a bolsa.

Segundo Freitas, o parto só ocorreu dois dias depois da internação e o bebê teria nascido com problemas respiratórios. "Ele nasceu sem respirar direito, os pulmões estavam com problema, com pneumonia e ele não estava respirando", afirmou Silvan José de Freitas em entrevista ao Bom Dia DF.

O pai disse ainda que a criança precisava ser internada com urgência em uma UTI neonatal, mas o hospital  de Santa Maria teria informado que não havia leitos disponíveis.

Freitas afirmou que chegou a surgir uma vaga na tarde desse domingo em um hospital particular de Ceilândia. No entanto, não havia ambulância equipada para fazer a transferência do bebê. Quando o veículo foi disponibilizado, no início da noite, não havia médicos para fazer o acompanhamento do transporte.

"Como já tinham arrumado a UTI, só faltou o médico para levar a criança. Perguntei a eles se deixariam meu filho morrer e disse que até pagava se fosse preciso. Não tem jeito não", concluiu o pai do bebê que morreu.

Outros casos
Na última sexta-feira (1º), um menino de 5 meses e uma menina de  8 meses morreram no Hospital Regional de Planaltina, a 38 quilômetros de Brasília, após receberem medicação no soro e terem parada cardíaca. De acordo com as famílias, os bebês haviam sido diagnosticados com pneumonia.

Uma equipe da Secreteria de Saúde esteve no sábado (2) no hospital para pegar informações com os funcionários. Ainda não se sabe qual medicamento dado aos bebês causou as mortes. A 16ª delegacia de Planaltina também investiga o caso. 

Um outro bebê, com pouco mais de um mês de vida, com má-formação no coração, esperou por quatro dias para ser submetido a cirurgia no Instituto de Cardiologia do DF. O recém-nascido, que chegou a ter três paradas cardíacas, estava internado no Hospital Materno Infantil de Brasília, antigo Hospital Regional da Asa Sul. A transferência de unidades foi determinada pela Secretaria de Saúde.

GLOBO.COM.BR

Matérias Relacionadas

Geral

Pagamento em dinheiro volta a ser aceito no transporte coletivo em Jaraguá

Desde a retomada do transporte público, o pagamento da passagem só era permitido com cartão TEM
Pagamento em dinheiro volta a ser aceito no transporte coletivo em Jaraguá
Solidariedade

Irmãos com 'olhos de vidro' precisam de ajuda para trocar as próteses

Jovens sofrem de uma doença chamada retinoblastoma, que é um tumor no globo ocular que comprometeu a visão
Irmãos com 'olhos de vidro' precisam de ajuda para trocar as próteses
Jaraguá do Sul

Voluntários do Hospital Jaraguá promovem bazar na antiga casa do Breithaupt

Conforme a coordenadora Izaura Herpich, há roupas para todas as idades, utensílios domésticos e acessórios, com preços a partir de R$ 1,00
Voluntários do Hospital Jaraguá promovem bazar na antiga casa do Breithaupt
Santa Catarina

Leilão de bens móveis que inclui aeronave do Estado tem fechamento de lotes nesta quarta-feira

A lista de itens disponíveis também inclui carros, impressoras, móveis e outros bens de consumo
Leilão de bens móveis que inclui aeronave do Estado tem fechamento de lotes nesta quarta-feira
Ver mais de Geral