Mês do Trânsito - Rádio
Geral

Base da Polícia Militar é atingida com pelo menos quatro tiros em Florianópolis

16 Abr 2012 - 13h19

A base da Polícia Militar na Vila Aparecida, na região continental de Florianópolis, foi alvo de pelo menos quatro tiros, por volta de 0h10min desta segunda-feira. Uma viatura também foi atingida. Ninguém ficou ferido. A Central de Operações da Polícia Militar (Copom) recebeu denúncia de que dois homens foram vistos em uma motocicleta disparando contra a unidade.

Segundo a PM, o relato do denunciante era de que seis tiros teriam sido ouvidos. No entanto, a perícia do IGP (Instituto Geral de Perícias), feita ainda durante a madrugada, encontrou apenas quatro cápsulas de pistola calibre .380.

Dois tiros acertaram a vidraça da base. O policial que estava de serviço conseguiu abaixar-se ao ouvir a movimentação e não chegou a ser atingido. Uma viatura, modelo Parati, que estava chegando na base, foi atingida de raspão. O quarto disparo acertou uma das paredes.

Buscas foram feitas logo em seguida, mas nenhum suspeito foi localizado.

Este foi o 11° ataque em cerca de um ano contra unidades de segurança em SC.

Relembre os casos:

Em 2012

- 3 de abril 2012, São José - Pelo menos 25 disparos foram feitos contra a 2ª Delegacia de Polícia de São José, onde funciona o plantão policial da cidade, no bairro de Barreiros. O ataque durou poucos minutos. No local havia pelo menos três policiais, mas ninguém foi ferido.


- 1 de março, Camboriú - Uma granada foi encontrada no pátio da Delegacia do Distrito Monte Alegre na manhã desta quarta-feira. O artefato estava com o pino destravado e deveria ter explodido mas, aparentemente, teve falha na detonação. A polícia ainda não sabe o que teria motivado o atentado.

Em 2011

- 9 de agosto, Florianópolis - A Central de Triagem de presos, conhecida como Cadeião, no bairro Estreito, foi alvo de 15 tiros. Os disparos atingiram o portão da frente do imóvel, sem deixar feridos.

- 25 de maio, São José - Uma bomba caseira explodiu na delegacia de Campinas. O artefato foi arremessado com imãs e elásticos. Estilhaços atingiram o prédio e o carro de um investigador que estava em uma operação no Centro de Florianópolis. A DP de Campinas já havia mudado sua rotina, antes mesmo do ínicio da onda de ataques contra a polícia. Depois das 23h, o local só atendia flagrantes da Polícia Militar (PM).

- 30 de abril, Itajaí - Quatro homens armados dispararam mais de 30 tiros contra a 2ª Delegacia de Polícia de Itajaí. Testemunhas disseram à polícia que os marginais chegaram ao local em duas motos. Um delegado e quatro agentes estavam de plantão, mas ninguém foi ferido.

- 25 de abril, Ingleses - Posto da Polícia Militar (PM) foi alvo de disparo de pistola 9mm. Um motociclista teria atacado o local por volta das 23h. Ninguém foi atingido.

- 24 de abril, Biguaçú - Dois homens em uma motocicleta dispararam quatro tiros contra o posto da Polícia Militar (PM) no Bairro Bom Viver. Um policial estava sozinho no local. Os disparos atingiram a parede do prédio, logo abaixo da janela. Ninguém ficou ferido.

- 18 de abril, Coqueiros - Policias da 4ª Delegacia de Polícia foram surpreendidos por oito tiros. Um deles estava no atendimento do plantão e teve que se jogar no chão. Os disparos atingiram a sala do delegado e a fachada. Ninguém ficou ferido.


- 3 de abril, Canasvieiras- Base da PM foi alvo de seis tiros. Testemunhas disseram que os disparos partiram de uma motocicleta ocupada por um casal.

- 1° de abril, em Coqueiros - Uma bomba caseira explodiu na base operacional Polícia Militar (PM) de Coqueiros, na região continental de Florianópolis. Havia apenas um policial no local e ele não ficou ferido.

DIÁRIO CATARINENSE

Matérias Relacionadas

Economia

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Indicador está 3,1 pontos abaixo do registrado antes da pandemia
Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
Geral

Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor

Governo ainda precisa criar Autoridade Nacional de Proteção de Dados
Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor
Saúde

Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados

A descoberta poderá ajudar pessoas que têm dificuldade para realizar atividades do dia a dia e ajudar o corpo delas a se curar sozinho das lesões
Pesquisadores criam tecido para restaurar nervos e ossos lesionados
Geral

Sargento despede-se do 14º Batalhão

Sargento despede-se do 14º Batalhão
Ver mais de Geral