Banner Proauto
Chapecoense

Aviões da FAB levarão parentes das vítimas de acidente com Chapecoense

29 Nov 2016 - 16h18

O avião seguia para a Colômbia.

Um jato Embraer-145 (C-99) decolou do Rio de Janeiro indo para Chapecó, em Santa Catarina, de onde seguirá para a Colômbia transportando parentes das vítimas, representantes do clube catarinense e autoridades brasileiras.


Outras duas aeronaves C-130 Hércules estão à disposição em Manaus (AM) e no Rio de Janeiro, preparados para partir conforme a necessidade. O Ministério da Defesa não forneceu mais detalhes sobre a quarta aeronave ofertada, mas garantiu, por meio de sua assessoria, que toda a ajuda necessária será prestada.

A FAB também acionou o Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (Para-SAR), que está de prontidão em Campo Grande (MS), mas cujo envio à Colômbia ainda não foi decidido.

Além disso, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) também se colocou à disposição das autoridades colombianas de investigação de acidentes aéreos.

Parentes das vítimas terão assistência

No Recife, onde participa da cerimônia militar que marcará o envio do 25º Contingente Brasileiro de Força de Paz da Missão das Nações Unidas para Estabilização no Haiti (Minustah), o ministro da Defesa, Raul Jungmann informou que, desde as primeiras horas do dia, a FAB e o Ministério da Defesa estão tomando as providências necessárias para acompanhar e dar suporte aos parentes das vítimas.


A Chapecoense disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira (30), contra a equipe colombiana do Atlético Nacional. A aeronave da empresa boliviana Lamia partiu de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com destino ao município colombiano de Medellín. Oitenta e uma pessoas estavam a bordo, entre jogadores, dirigentes esportivos e jornalistas, além dos nove tripulantes.

Durante a escala em Santa Cruz de la Sierra, a comitiva deixou o avião em que viajara desde São Paulo e embarcou no avião da Lamia. No início da madrugada de hoje (29), o avião desapareceu do radar pouco antes de tentar um pouso forçado em Cerro Gordo, nas proximidades da cidade de La Unión, na Colômbia. A aeronave estava a apenas cinco minutos de voo do aeroporto mais próximo, mas o piloto decidiu arriscar o pouso.

Edição: Kleber Sampaio

Matérias Relacionadas

Geral

Após 25 anos, família reencontra parente que estava em Massaranduba

Reencontro aconteceu nesta quarta-feira (01)
Após 25 anos, família reencontra parente que estava em Massaranduba
Geral

Filhos fazem velório com música, chopp e churrasco em homenagem ao pai em SC

Caso inusitado ocorreu em Coronel Freitas, no Oeste do Estado
Filhos fazem velório com música, chopp e churrasco em homenagem ao pai em SC
Geral

Prefeitura de Jaraguá instala novos abrigos de passageiros em dois bairros

Com as novas estruturas, já quase 630 abrigos de passageiros substituídos
Prefeitura de Jaraguá instala novos abrigos de passageiros em dois bairros
Geral

Estrada Quirino Lunelli começa a ser pavimentada

A obra está orçada em R$ 8,599 milhões, recursos de convênio com o Banco do Brasil, e esta sendo executada pela Infrasul Engenharia de Joinville
Estrada Quirino Lunelli começa a ser pavimentada
Ver mais de Geral