Séculus
SUS

Atendimento a vítimas de violência chega a R$ 5 bi por ano no Brasil

11 Mar 2016 - 12h17
Estudo inédito feito a pedido do Banco Mundial e divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que o sistema de saúde pública do Brasil gasta R$ 5,14 bilhões por ano para atender vítimas de violência. O número significa aumento de 130%, em valores corrigidos em relação ao ano de 2004, quando o último estudo do tipo foi feito. O montante gasto na época havia sido de R$ 2,2 bilhões.

Os cálculos de Lima têm como base o ano de 2013 e foram corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) para o ano de 2015. O valor é referente ao atendimento de pacientes feridos por causas externas - principalmente, agressões e acidentes de transporte. O valor foi obtido a partir de informações do Sistema Único de Saúde (SUS).

Outro cálculo feito por Lima foi do chamado "custo social": o que o País deixou de produzir por ter parte de sua população atingida pela violência. A conta é feita estimando os anos de vida produtivos que as vítimas da violência perdem a partir de uma expectativa de produção. Segundo o estudo, esse custo, em valores corrigidos, chega a R$ 133 bilhões, o que representa 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) de 2013.

A divisão de gastos por Estado coloca São Paulo como o que mais gasta. "Há uma alta correlação com o tamanho da população de cada Estado", destaca Lima. "Minas Gerais e Bahia são os Estados que mostraram gastos mais preocupantes", continua o pesquisador. Lima destaca ainda, no estudo, a dificuldade de obtenção de informações padronizadas dos Estados para dados da segurança pública. Uma das recomendações da pesquisa ao Banco Mundial é fomentar ações para fortalecer as bases de informações.

 

 

Agência Estado
GNet

Matérias Relacionadas

Geral

Morre no Rio, aos 75 anos, o autor de novelas Gilberto Braga

Ele escreveu obras clássicas da TV, como Dancin' Days
Morre no Rio, aos 75 anos, o autor de novelas Gilberto Braga
Geral

Cartórios passam a receber denúncias de violência doméstica

Campanha Sinal Vermelho auxiliará mulheres de modo discreto e sigiloso
Cartórios passam a receber denúncias de violência doméstica
Saúde

Covid-19: Jaraguá antecipa vacina Pfizer para quem tomou a D1 até 31/8

Lembrando que a Central de Vacinas Covid-19 não atenderá mais aos domingos
Covid-19: Jaraguá antecipa vacina Pfizer para quem tomou a D1 até 31/8
Geral

Cães são encontrados mortos em sacos de lixo em Jaraguá

Animais estavam dentro de um 'Saco Verde', junto com material reciclável
Cães são encontrados mortos em sacos de lixo em Jaraguá
Ver mais de Geral