Geral

Ante massacre, países ocidentais expulsam embaixadores sírios

29 Mai 2012 - 18h42

Itália, Espanha, Reino Unido e Canadá, a exemplo da Austrália, Alemanha e França, determinaram a expulsão de representantes diplomáticos sírios em um movimento conjunto de repúdio ao massacre de Houla.


A reportagem da Folha entrou em contato com o Itamaraty para obter a posição brasileira sobre o episódio e o Ministério informou que não há nenhuma posição definida.

Pelo menos 108 pessoas, dos quais das quais 49 eram crianças, morreram neste final de semana, em um dos mais sangrentos episódios da onda de revoltas que abala a Síria há cerca de 14 meses.

Uma investigação preliminar das Nações Unidas apontou que a maioria dessas mortes na cidade de Houla, no centro da Síria, foi por conta de execuções, segundo moradores, por milicianos favoráveis ao regime.

O governo sírio nega responsabilidade pelo episódio e atribui o massacre ao que denomina de "terroristas", os insurgentes.

A reação dos países ocidentais mostra, no entanto, que a versão de Damasco teve pouca credibilidade.















  Reuters  
Corpos de crianças mortas em vila da Síria no pior confronto desde o lançamento do plano de paz da ONU
Corpos de crianças mortas em vila da Síria no pior confronto desde o lançamento do plano de paz da ONU

Pela manhã, O presidente francês, François Hollande, anunciou nesta terça-feira a expulsão da embaixadora da Síria na França, em repúdio ao que o o líder socialista chamou de "loucura mortífera" do regime de Assad. Ainda antes, a Austrália já havia anunciado a saída de dois diplomatas sírios, pelos mesmos motivos.

Pouco depois, as agências internacionais já reportavam a decisão de Berlim de expulsar o embaixador sírio Radwan Lufti.

Logo se seguiram Espanha, Itália, Reino Unido e Canadá.

"A Espanha decidiu hoje declarar persona non grata o Embaixador da Síria na Espanha, o Sr. Hussam Edin Aala, pela inaceitável repressão exercida pelo regime sírio sobre sua população", afirma um comunicado do ministério, que acrescenta que "o Governo também decidiu expulsar outros quatro membros da missão diplomática da Síria na Espanha", avisou o Ministério das Relações Exteriores, em nota oficial.

"O encarregado de negócios [sírio] foi expulso", declarou à AFP um porta-voz do ministério das Relações Exteriores, explicando que o titular da pasta, William Hague, daria detalhes sobre esta decisão nas próximas horas.


E em Roma, a chancelaria avisou que o embaixador, Khaddour Hassan foi declarado "persona non grata".

CESSAR-FOGO

O movimento ocidental de repúdio ao regime de Assad é o ponto culminante, até o momento, de meses de desgaste e comoção mundial com os eventos na Síria.

O acordo de cessar-fogo intermediado pelo negociador da ONU, Kofi Annan, que volta a se encontrar hoje com o ditador Bashar al Assad, mostrou pouco efeito.

Antes do massacre em Houla e após o acordo de cessar-fogo, quase 2.000 já morreram por conta da repressão do regime sírio e de confrontos com os movimentos insurgentes.

E episódio, mais 87 pessoas morreram somente no domingo, além de outras 41 nesta segunda. Relatos iniciais da oposição apontam outras dezenas nesta terça-feira.

Esse somatório de episódios sangrentos parece ter afetado até mesmo os poucos aliados que Assad ainda tinha junto a comunidade internacional.

Ontem, até mesmo a Rússia, uma das vozes isoladas em defesa de Assad, apontou a culpa do regime sírio no massacre de Houla.

FOLHA.COM.BR

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Prefeitura de Corupá vai retomar Programa de Controle do Borrachudo

Prefeitura de Corupá vai retomar Programa de Controle do Borrachudo
Geral

Preço do pão francês deverá ser fixado próximo ao balcão de venda

Regras de comercialização do produto foram publicadas hoje no DOU
Preço do pão francês deverá ser fixado próximo ao balcão de venda
Geral

Homem é condenado a saldar dívida de empréstimo feito em nome da mãe em Jaraguá

O herdeiro, que firmou o contrato de adesão ao financiamento em 2009, deixou de honrar seu dever após a morte da mãe, sob a alegação de irregularidades na procuração
Homem é condenado a saldar dívida de empréstimo feito em nome da mãe em Jaraguá
Geral

Concluídas pavimentações em mais duas ruas de Jaraguá

Mais de 30 obras estão em andamento neste momento no município, com investimento de mais de R$ 30 milhões.
Concluídas pavimentações em mais duas ruas de Jaraguá
Ver mais de Geral