Geral

Anatel cogita reverter multa a operadoras em investimentos no setor

20 Fev 2013 - 17h10

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, sinalizou hoje (20) com a possibilidade de as multas aplicadas às empresas que não prestaram serviços adequados serem revertidas em obrigações de novos investimentos no setor. A proposta será apresentada na consulta pública que discutirá mudanças na metodologia de aplicação das multas. Ainda não há previsão de data para votação da matéria.


"Colocaremos sete metodologias de aplicação de multa em debate. Entre elas, a possibilidade de reverter as multas em investimentos, mas só em março isso só deverá ser colocado em consulta pública", disse João Rezende, durante o Seminário Políticas de (Tele)comunicações, ao apresentar as reestruturações previstas para a agência em 2013.

Recentemente, a Anatel multou as empresas Telefônica Brasil (atual Vivo) em R$ 3,9 milhões pelo descumprimento de metas de qualidade na telefona fixa; a Telemar Norte Leste (atual Oi) em R$ 4,6 milhões por descumprimento de metas previstas no Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU) para a telefonia fixa; e a  Oi em R$ 34,2 milhões por descumprimento de metas de qualidade  telefonia móvel.

Segundo Rezende, a Anatel precisa se adequar a um cenário de convergência entre os serviços de telecomunicações. "Nossa intenção é fazer essas discussões de forma mais transparente", acrescentou.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Geral

Turbidez na água obriga Samae a desligar dois Sistemas Independentes

Os sistemas do Boa Vista e do Molha estão desligados e não há abastecimento de água naquelas regiões
Jaraguá do Sul

SINE divulga vagas de emprego disponíveis em Jaraguá do Sul

Interessados devem comparecer à agência Sine em Jaraguá do Sul, no piso térreo da Rodoviária
SINE divulga vagas de emprego disponíveis em Jaraguá do Sul
Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Geral

IPVA 2019: parcelamento em três vezes sem juros termina segunda-feira

O IPVA mais caro é do automóvel I/Lamborghini Avent S, com ano de fabricação 2018. O imposto do veículo é de R$ 77.440,68
IPVA 2019: parcelamento em três vezes sem juros termina segunda-feira
Ver mais de Geral