Meio Ambiente

Amvali promove curso sobre hidrologia

13 Ago 2012 - 14h39
Amvali promove curso sobre hidrologia -
Amvali promove curso sobre hidrologia

A Associação dos Municípios do Vale do Itapocu juntamente com o Colegiado de Defesa Civil e Comitê Itapocu promovem nos dias 27 e 28 de agosto, o curso "Aplicação da Hidrologia na Prevenção de Desastres Naturais", no auditório da AMVALI. Sendo a hidrologia uma das principais ciências envolvidas na prevenção de desastres naturais, torna-se imprescindível estudá-la. O curso tem por objetivo, através da educação ambiental, repassar os conhecimentos sobre hidrologia e desastres naturais para que as comunidades estejam preparadas para agirem quando ocorrer um desastre.

Os participantes do curso agirão como multiplicadores do conhecimento, repassando o conhecimento adquirido e contribuindo, assim, no surgimento de comunidades mais preparadas para reduzir os danos e prejuízos provocados pelos desastres naturais. O público-alvo são gestores municipais, secretarias, diretores de defesa civil, bombeiros, polícia militar e civil, técnicos e engenheiros de segurança, engenheiros civis, geólogos, biólogos, técnicos e engenheiros ambientais. O requisito para o participante é estar, de alguma maneira, envolvido com o assunto em questão e ser ligado a algum órgão/entidade. O curso é gratuito, as vagas são limitadas e as inscrições devem ser realizadas através do e-mail: defesacivil@amvali.org.br.

A programação inicia na segunda-feira, dia 27, às 14 horas, com a apresentação do curso e após iniciam as aulas teóricas acerca da hidrologia, recursos hídricos, bacias hidrográficas; desastres naturais e hidrológicos; inundação; e escorregamento. Já na terça-feira, dia 28, das 8 às 12 horas, acontece as aulas teóricas sobre gerenciamento de desastres naturais; conceitos de vulnerabilidade, perigo e risco; mapeamento de inundação; e mapeamento de escorregamento. E no período vespertino acontece visita técnica.


Ministrarão o curso Masato Kobiyama (professor responsável pelo Laboratório de Hidrologia do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC e que atua na hidrologia florestal e prevenção de desastres naturais); Roberto Fabris Goerl (geógrafo, Doutorando em Geografia pela UFPR, Mestre em Geografia pela UFSC e que atua em hidrogeomorfologia, evolução de paisagem e mapeamento de áreas de riscos); e Gean Paulo Michel (engenheiro sanitarista e ambiental e Mestrando em Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC, que atua em hidrologia, mecânica do solo e mapeamento de escorregamento). 

Matérias Relacionadas

Geral

Militares brasileiros em Beirute estão bem, diz Marinha

Grande explosão na capital do Líbano deixou pelo menos dez mortos
Militares brasileiros em Beirute estão bem, diz Marinha
Guaramirim

Guaramirim confirma 12ª morte por coronavírus

O município já realizou 2993 testes, sendo 2190 descartados e 793 positivos para a doença
Guaramirim confirma 12ª morte por coronavírus
Jaraguá do Sul

Rua Uruguai interditada parcialmente a partir desta quarta-feira

A interdição ocorre devido a parada de caminhão para concretagem de laje e pilares em obras no Condomínio Residencial Carbon localizado naquela via
Geral

Samae esclarece sobre descarte de resíduos de pessoas contaminadas pelo coronavírus

A engenheira sanitarista e gerente de Resíduos Sólidos, Morgana Decker, explica que a principal recomendação para as pessoas que estão com covid-19 é descartar todos os resíduos no lixo comum, evitando a separação dos recicláveis pelo menos no período em
Samae esclarece sobre descarte de resíduos de pessoas contaminadas pelo coronavírus
Ver mais de Geral