Premix Concreto
Infraestrutura

Amvali autoriza empresa a fazer projeto de viaduto

13 Jul 2012 - 14h03
Amvali autoriza empresa a fazer projeto de viaduto -
Amvali autoriza empresa a fazer projeto de viaduto

Presidente da Amvali e representante da Azimute assinam convênio para o projeto (Divulgação/Amvali)

Foi assinada nesta manhã, na sede da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu, a ordem de serviço que permite à empresa Azimute Projetos e Construção de Joinville, fazer o projeto do viaduto sobre a BR 280, na interseção com a SC 413, que liga Guaramirim a Massaranduba. O repórter Sérgio Luiz acompanhou o ato nesta manhã.

[jwplayer mediaid="72957"]

O Presidente da AMVALI, Prefeito Felipe Voigt conduziu na manhã desta sexta-feira (13), a reunião do Conselho Deliberativo da entidade que teve como objetivo a assinatura do contrato e da ordem de serviço do projeto executivo do viaduto de Guaramirim (BR 280/SC 413) com a empresa Azimute Consultoria e Projetos de Engenharia. Estiveram presentes os deputados Carlos Chiodini (estadual) e Mauro Mariani (federal), representantes da empresa Azimute - Antônio Carlos Ramuski e Edson Nery e demais autoridades.

O Presidente Felipe Voigt acrescentou a importância desta obra para todos os municípios da microrregião e o Deputado Mauro Mariani disse que a obra do elevado de Guaramirim é a segunda obra mais importante da nossa região, em primeiro fica a duplicação da BR 280. Também acrescentou que há uma emenda parlamentar no valor de R$ 20 milhões e que a bancada está determinada a buscar este recurso para investir na execução do viaduto de Guaramirim. A ordem de serviço assinada engloba o estudo geotécnico, o projeto executivo de obra de arte especial e o projeto executivo de engenharia viária. O estudo geotécnico será desenvolvido através da execução de sondagens à percussão e/ou mista para reconhecimento do subsolo, de forma a fornecer subsídios ao dimensionamento da fundação do elevado e do sistema viário.


O projeto executivo de obra de arte-especial engloba a elaboração de projeto elevado em estrutura de concreto armado incluindo as etapas de concepção arquitetônica e projeto estrutural. Já o projeto executivo de engenharia viária engloba a elaboração de projeto para adequação da geometria do sistema viário a implantação da obra de arte especial, atendendo aos parâmetros de conforto, segurança e economia, visando a reorganização do fluxo de veículos local. As instruções de serviço seguem as leis e normas vigentes do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e do DEINFRA (Departamento Estadual de Infraestrutura). O prazo de execução da ordem de serviço é de 120 dias e o valor do investimento é de R$ 149.524,00, que serão custeados exclusivamente com recursos próprios da AMVALI. Após a execução, a empresa contratada aprovará o projeto junto ao DNIT, que baseado no empenhamento da emenda parlamentar poderá vir a licitar a obra.

(ROGÉRIO TALLINI/SETOR DE IMPRENSA AMVALI)

Matérias Relacionadas

Geral

Livro Dianna - Me permitindo, escrito pela jaraguaense Juliana Negri, ganha edição impressa

Livro Dianna - Me permitindo, escrito pela jaraguaense Juliana Negri, ganha edição impressa
Geral

Grupo Menegotti, de Jaraguá do Sul, é finalista no Desafio 4.i da IEL

O foco foi a inovação, a competitividade e a sustentabilidade. Após a divulgação do desafio, os estudantes tiveram 48 horas para estudar o assunto e apresentar uma ideia. 
Grupo Menegotti, de Jaraguá do Sul, é finalista no Desafio 4.i da IEL
Esportes

Lançado edital para construção do Centro de Treinamento Esportivo de Jaraguá

O prazo para conclusão do Centro Esportivo é de 180 dias a partir da assinatura da ordem de serviço
Lançado edital para construção do Centro de Treinamento Esportivo de Jaraguá
Geral

Fim de semana com previsão de chuva e temporais isolados

Ver mais de Geral