Premix Concreto
Geral

AGRICULTURA FAMILIAR: Governo atende reivindicações

25 Set 2012 - 20h46

O Governo do Estado, sob a coordenação da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, apresentou nesta terça-feira, dia 25, suas sugestões às demandas apresentadas pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina (Fetaesc). O encontro faz parte do Grito da Terra 2012 - Etapa Estadual e reuniu mais de 120 agricultores familiares na sede da Fetaesc em Florianópolis.


O secretário de Estado da Agricultura, João Rodrigues, representou o governador Raimundo Colombo e anunciou que para atender alguns pleitos da Fetaesc o Governo do Estado investirá R$ 60 milhões em ações contra a estiagem; R$ 200 milhões para pavimentação rural; e a ampliação do seguro agrícola para as culturas do pêssego, ameixa e nectarina.

Outra informação confirmada pelo secretário João Rodrigues foi a possível diferenciação na cobrança tributária para os agricultores familiares, aplicando os mesmos critérios de tributação da micro e pequena empresa. "O Governo do Estado estudará esta proposta, a Secretaria da Fazenda analisa a viabilidade da criação de uma tributação específica para produtos com origem na agricultura familiar", destacou Rodrigues.

Além disso, João Rodrigues informou que a Fetaesc será convidada a participar do grupo de discussão da Secretaria da Educação para tratar do uso de produtos da agricultura familiar na merenda escolar. Na pauta de reivindicações contavam ainda demandas nas áreas de extensão rural, defesa sanitária, saúde, educação e meio ambiente.


"O Governo do Estado reconhece a importância da agricultura familiar, tanto que as ações da Secretaria da Agricultura são, em grande parte, voltadas para os agricultores familiares. Temos uma relação muito próxima com a Fetaesc e procuramos trabalhar juntos para melhor atender as demandas dos agricultores catarinenses, e a maior prova disso foi o atendimento a 80% das demandas apresentadas pela Federação, porém alguns itens não dependem de ações estaduais e sim de modificações em leis já existentes", completou João Rodrigues.

Para o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de SC (Fetaesc), José Walter Dresch, os resultados foram positivos mesmo não tendo atendido a 100% das reivindicações. "Estamos muito felizes com as respostas, pois abrimos um caminho para debate aberto com o Governo. O importante é que sinalizamos nossos objetivos e vamos continuar lutando para construir um projeto de sustentabilidade da agricultura familiar catarinense", declarou Dresch.

Matérias Relacionadas

Geral

Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade

Resolução do Contran entrou em vigor hoje
Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade
Geral

Guaramirim tem árvore de Natal em prol de animais que estão à procura de um lar

A iniciativa busca dar espaço para que as pessoas conheçam os animais que estão disponíveis para adoção e adotem ou ajudem os animais a encontrarem um lar
Guaramirim tem árvore de Natal em prol de animais que estão à procura de um lar
Geral

Setor de Habitação da Prefeitura de Jaraguá suspende atendimento presencial

Programas Recomeçar e de Regularização Fundiária atenderão apenas com agendamento prévio
Setor de Habitação da Prefeitura de Jaraguá suspende atendimento presencial
Geral

Dezembro terá fenômeno astronômico que não ocorre desde a Idade Média

É a proximidade entre Júpiter e Saturno, parecendo um planeta duplo
Dezembro terá fenômeno astronômico que não ocorre desde a Idade Média
Ver mais de Geral