Geral

Academia ao ar livre foi desativada para manutenção nos aparelhos que não resistiram

07 Fev 2013 - 11h33

Quando foi entregue para a comunidade em dezembro de 2012, a academia ao ar livre instalada na Rua Inocenta Vicenzi Rosá no Bairro Barra do Rio Cerro, foi motivo de comemoração. Os moradores reclamavam da falta de um local público para a prática de esporte e lazer. Mas a empolgação durou pouco. Ontem pela manhã os seis equipamentos foram retirados. O mau uso e atos de vandalismo danificaram vários aparelhos que foram levados para reparos.


O presidente da associação de moradores do bairro, Carlos Nilsen, foi quem comunicou a empresa que fabricou e instalou os equipamentos, a situação. Ele disse que alguns aparelhos estavam com as soldas trincadas e oferecendo risco para os freqüentadores da academia.

[jwplayer mediaid="65133"]

Ele reconhece que também ocorrem atos de vandalismo no local. Uma das providências, será pedir rondas mais frequentes da Polícia Militar. E disse que será instalada do um poste de iluminação e uma câmera de monitoramente.

A responsável pelo setor administrativo da empresa que fabrica os equipamentos, Inês Dalmann, garantiu que até sexta-feira, 8, a academiar ao ar livre será montada novamente. Mas que é preciso fiscalizar e usar corretamente a academia. Ela disse que os aparelhos estão na garantia, mas como se trata de vandalismo e uso inadequado, a garantia não cobre.

O presidente da fundação municipal de esportes, Jean Carlo Leutprecht, disse que um levantamento está sendo feito de todas as áreas de lazer e academias ao ar livre do município. Após isso, será feito um plano de manutenção e limpeza desses espaços. Ele ressalta, no entanto, que é responsabilidade das associações de moradores, zelar por esses espaços coibindo atos de vandalismo. Outra problema, segundo ele, foi a maneira como essas academias foram instaladas.

[jwplayer mediaid="65137"]

E não descarta a retirada dos aparelhos, onde não há o cuidado necessário com as academias ao ar livre.

[jwplayer mediaid="65135"]

De acordo com o presidente da fundação de esportes, só na última terça-feira,5, foram seis pedidos de novas academias. De acordo com os registros encontrados da fundação, existem 58 campinhos e parques de diversão no município, e mais nove academias ao ar livre.

SÉRGIO LUIZ / ROGÉRIO TALLINI

Matérias Relacionadas

Geral

Transformação digital pode gerar grande impacto econômico global

O tema foi debatido nesta quarta-feira (13) em workshop da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em Brasília
Transformação digital pode gerar grande impacto econômico global
Brasil

Planta unha-de-gato pode combater tumores, descobrem cientistas brasileiros

A planta está na lista medicinal do SUS há mais de 10 anos
Planta unha-de-gato pode combater tumores, descobrem cientistas brasileiros
Educação

Carregador de celular com energia solar é criado por alunos de 13 anos

Bruno Henrique Muniz Meira e Gabriel Guimarães Prates, ambos com 13 anos, estudam no 8º ano da Escola Estadual João Arruda Brasil
Carregador de celular com energia solar é criado por alunos de 13 anos
Geral

Brasileira selecionada para missão espacial poderá ser 1ª astronauta do país

Dos seis jovens escolhidos, entre profissionais de várias nacionalidades, cinco são mulheres
Brasileira selecionada para missão espacial poderá ser 1ª astronauta do país
Ver mais de Geral