Séculus
surfe

Surfe: Medina volta a ser campeão de uma etapa do mundial.

15 Out 2015 - 17h08
A conquista veio depois de um belo campeonato do brasileiro, com direito a duas notas dez (na quarta rodada e na semifinal), e uma vitória sobre Bede Durbidge por 17,5 a 9.44.

"Me sinto muito bem, eu tenho treinador muito esse ano. Tudo deu certo e foi muito bom. Eu estava com saudade de vencer um evento. Estou muito feliz por voltar ao pódio.", falou.

Durante a entrevista depois do título, Medina se emocionou e chegou a segurar as lágrimas ao dedicar a vitória ao avô. O brasileiro também falou sobre não estar pensando ainda em título do Mundial.

"Eu fiz como meu avô dizia. Vai nos aéreos", brincou o surfista lembrando a manobre que lhe rendeu nota dez na semifinal.

O brasileiro mostrou logo de cara o que não daria chances para o seu adversário. Em sua primeira onda, Medina descolou uma nota 8. Antes mesmo que seu adversário pontuasse, ele descolou um 6.50 e abriu boa vantagem.

O australiano só foi conseguir uma onda com mais de metade da disputa e saiu com nota 3,90. Para mais uma vez desanimar o rival, Medina "brincou" no mar e pegou uma onda nota 9 e de quebra ficou com a prioridade da disputa.

E se Medina conseguiu grandes notas na disputa, Bede sofreu para conseguir boas ondas. Ele não conseguiu superar cinco como nota.

Medina volta a sentir o gosto do que é ser campeão de uma etapa depois de mais de um ano. Ele não era campeão desde a etapa do Taiti em agosto de 2014. Essa foi apenas a segunda decisão do brasileiro neste ano, ele havia sido vice também no Taiti.

O resultado fará Medina subir consideravelmente no ranking. Ele chegará aos 40.650 pontos e mantém chances do bicampeonato, apesar de estar muito atrás do líder Mick Fanning, que tem 49.900.

O salto do brasileiro foi da sétima posição do ranking para a quinta colocação. Além de Fanning, ele está atrás de Mineirinho, Owen Wright e Julian Wilson, que ficam com 49.450, 43.600 e 41.450, respectivamente.
A maior chance do Brasil ficará com Adriano de Souza, o Mineirinho. Como chegou nas semifinais na França, o atleta diminuiu sua desvantagem para Mick Fanning, agora, eles estão separados por 450 pontos com mais duas etapas pela frente.

O problema é que Mick Fanning entrará na penúltima etapa para defender o título em Portugal. Nas ondas de Cascais, em 2014, foi ele quem saiu como vencedor.

Essa foi a quarta etapa vencida pelos brasileiros nesta temporada em nove campeonatos disputados.

Feminino

A vitória na etapa das mulheres ficou com Tyler Wright. Ela derrotou Tatiana Weston-Webb com certa facilidade e ficou com o título.

Fonte: UOL.
GNet

Matérias Relacionadas

Geral

Bananalama de 2022 já tem dada pré-programada

A informação é de Eduardo Appel, diretor da empresa Arsenal, promotora do evento
Bananalama de 2022 já tem dada pré-programada
Esportes

Jaraguaense Nicole Nunes é campeã brasileira de xadrez

Ela também foi bronze no ritmo Blitz, com vitória em três de cinco partidas
Jaraguaense Nicole Nunes é campeã brasileira de xadrez
Esportes

Xadrez de Jaraguá conquista o vice-campeonato dos Joguinhos Abertos

A competição ocorreu na sexta-feira (8), em Timbó, com partidas de alto nível técnico, disputadas contra  Blumenau, Criciúma, São Bento do Sul, Concórdia, Timbó, Navegantes, Joaçaba, Florianópolis, Fraiburgo e Rio do Sul
Xadrez de Jaraguá conquista o vice-campeonato dos Joguinhos Abertos
Esportes

Delegação de tiro de Jaraguá é destaque do Catarinense

O próximo evento envolve a 10ª etapa do Catarinense de Carabina Apoiada, programada para 16 de outubro, em Corupá.
Delegação de tiro de Jaraguá é destaque do Catarinense
Ver mais de Geral