Geral

Presidente da CCO presta contas da 31ª Schützenfest

13 Dez 2019 - 10h37Por Da Redação
Presidente da CCO presta contas da 31ª Schützenfest -

O presidente da Comissão Central Organizadora (CCO) da 31a Schützenfest, Alcides Pavanello, mostrou os números da edição na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul nesta quinta-feira (12). Ele destacou o envolvimento da população com o evento e o trabalho realizado pelos quase 40 voluntários da CCO que contribuíram com o sucesso da festa. “Por isso que a festa funciona. Estão ali porque gostam e querem que a festa seja cada vez melhor”, exaltou.

PÚBLICO

Durante os 11 dias de festa, mais de 117 mil pessoas passaram pelo Pavilhão de Eventos. Com as gratuidades, apenas 31,55% desse público foi pagante. O dia com mais gente na festa foi o primeiro sábado, dia 9 de setembro, com 19.867 visitantes. Outros públicos também foram registrados, como as cerca de 8,5 mil pessoas que acompanharam o desfile da Schützenfest, as 1,7 mil que estiveram na Schützentag e as 1,5 mil no Schützenbaum.

GASTRONOMIA

Ao todo, 4.579 refeições e 165.378 copos de chopp foram degustados pelo público ao longo dos 11 dias. Com isso, a festividade gerou cerca de 8,8 toneladas de lixo reciclável. Pavanello fez questão de ressaltar que esta edição foi a mais limpa que já aconteceu. “Ninguém viu lixo na festa”, explica. Os resíduos foram encaminhados para as 11 cooperativas para triagem e reciclagem do material.

FINANÇAS

A receita total do evento foi de R$ 1,745 milhões. Nesse valor está incluído o arrecadado com venda de ingressos, alimentação, bebidas, camarotes, souvenir, stand de tiros, cervejarias e um investimento do município de R$ 380 mil.

As despesas totais e investimentos foram de R$ 1,491 milhões. Nesse montante está incluído pagamentos de bandas, gestão da bilheteria, limpeza, divulgação, segurança, estrutura, sonorização entre outras coisas. Também estão inclusos os investimentos feitos nas sociedades de tiro, um total de R$ 480 mil - que dá 24 mil reais para cada sociedade. A Liga de Grupos Folclóricos também recebeu um aporte de R$ 30 mil e a Associação de Clubes e Sociedades de Tiro do Vale do Itapocú, mais R$ 10 mil.

No final das contas, o que sobrou do orçamento chega a R$ 254 mil, que serão devolvidos à Prefeitura, segundo Pavanello.

Matérias Relacionadas

Esportes

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país
Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020
Esportes

Atleta de Jaraguá manda notícias das Olimpíadas de Tóquio

Atleta de Jaraguá manda notícias das Olimpíadas de Tóquio
Esportes

Com nova modalidade incluída, brasileira será a mais jovem representante do país nas Olimpíadas

Rayssa Leal, a mais jovem representante do Brasil, já chegou a Tóquio empolgando a torcida.
Com nova modalidade incluída, brasileira será a mais jovem representante do país nas Olimpíadas
Esportes

De Jaraguá do Sul para as Olimpíadas de Tóquio

Simone faz parte de um seleto grupo, com 53 atletas representando o Brasil. Sua classificação foi garantida em maio, após a conquista da medalha de prata no Campeonato Sul-Americano
De Jaraguá do Sul para as Olimpíadas de Tóquio
Ver mais de Geral