Geral

Nova Zelândia foi o primeiro país a entrar em 2020

Sidney celebrou ano novo minutos depois

31 Dez 2019 - 12h39Por Agência Brasil

A Nova Zelândia já entrou em 2020, recebendo uma nova década com fogos de artifício e grandes celebrações nas cidades neozelandesas Auckland e Wellington.

Estas foram as primeiras grandes cidades do mundo a entrar no novo ano, o que aconteceu uma hora depois de Samoa e Ilha Christmas, no Pacífico Sul, territórios que foram os primeiros a celebrar a virada.

Na cidade neozelandesa de Auckland, houve um espetáculo de fogo de artifício, a partir da Sky Tower, que contou com dezenas de milhares de foliões para celebrar a passagem de ano.

O ano de 2020 também chegou ao leste da Austrália, incluindo Sidney, com o espetáculo de fogo de artifício. 

A entrar no ano novo ao mesmo tempo que em Lisboa, o Reino Unido concentra as celebrações na cidade de Londres, com 12 mil fogos de artifício, incluindo 2 mil disparados do London Eye, no rio Tamisa, e os carrilhões do Big Ben.

Em Lisboa, a entrada de 2020 será celebrada na Praça do Comércio com concertos.

No Porto, os eventos "Concerto de Fim de Ano 2019 e Passagem de Ano 2019/2020" já ocorrem desde o dia 20.

Matérias Relacionadas

Esportes

Rayssa Leal dispensa festa na chegada ao Brasil

Skatista de 13 anos fez história conquistando prata na Olimpíada
Esportes

Provas olímpicas de atletismo iniciam no fim de semana

As provas da modalidade iniciam no dia 30 e, no dia 31, às 21h30, horário de Brasília, é a vez da representante de Jaraguá do Sul, Simone Ponte Ferraz, na semifinal dos 3.000 metros com obstáculos
Provas olímpicas de atletismo iniciam no fim de semana
Esportes

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país
Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020
Esportes

Atleta de Jaraguá manda notícias das Olimpíadas de Tóquio

Atleta de Jaraguá manda notícias das Olimpíadas de Tóquio
Ver mais de Geral