Imobiliária Coralli
Geral

Malwee participa de Conferência Climática da ONU em Madri

Referência em iniciativas sustentáveis, varejista apresenta case de combate ao aquecimento global

05 Dez 2019 - 18h11Por Da Redação
Taise Beduschi participando de painel nesta quinta-feira (5). - Crédito: DivulgaçãoTaise Beduschi participando de painel nesta quinta-feira (5). - Crédito: Divulgação

 A Malwee representa o setor de moda brasileiro na COP-25 – a Conferência do Clima da ONU, em Madri. Referência em sustentabilidade no Brasil, a empresa apresenta dois cases que abordam seu pioneirismo e contribuições na implementação de iniciativas sustentáveis na indústria têxtil.

 

A Head de Sustentabilidade da companhia, Taise Beduschi, compartilhou, nesta quinta-feira (5), as experiências da empresa painel que tratou sobre o enfrentamento ao aquecimento global. Nesta sexta (6), Taise participa de mais um painel, sobre o engajamento do setor privado no desenvolvimento de uma agenda sustentável.

 

A Malwee foi a primeira marca de moda brasileira a assinar, em outubro deste ano, o termo de compromisso da campanha global Business Ambition for 1.5°C: Our Only Future, lançada pela ONU.

 

A iniciativa busca engajar empresas de todos os países com a meta de limitar o aumento da temperatura média mundial a 1,5°C acima dos níveis pré-industriais e chegar ao objetivo de zero emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE) antes de 2050. No Brasil, Malwee, Natura e Klabin foram as primeiras a assinar o compromisso, unindo-se a outras 87 empresas globais signatárias. 

 

“O convite para participar da COP-25 é um reconhecimento público dos nossos esforços para implementar uma agenda estruturada na cadeia da moda no Brasil. A Malwee sempre buscou estar à frente do setor, engajando todos seus stakeholders e apresentando iniciativas que respondem aos diversos desafios do desenvolvimento sustentável”, explica Taise.

Pioneirismo e investimentos são exemplo para a cadeia de moda nacional

Considerada uma das maiores empresas de moda do Brasil, o Grupo Malwee acumula uma série de investimentos e iniciativas para reduzir o impacto de suas atividades no meio ambiente. Além de manter 4,2 milhões de m² de áreas verdes preservadas em Santa Catarina, a empresa é referência pelo pioneirismo em incorporar tecnologias e processos que reduzem o uso de recursos naturais e por engajar seus consumidores para o consumo consciente.

Em 2015, lançou seu Plano de Sustentabilidade 2020, com metas em cinco frentes: desenvolvimento de produtos, fornecedores, processos têxteis, varejo e uso e pós-uso. Um dos compromissos era reduzir em 20% a emissão de gases de efeito estufa até 2020. O objetivo, entretanto, foi superado em 2017. A substituição do uso de gás natural por biomassa (recurso natural renovável) permitiu 68% de redução da emissão.

O Grupo Malwee também foi o primeiro da América Latina a instalar uma Estação de Tratamento Ecobiológico de Efluentes Industriais e pioneiro ao lançar, em 2008, a primeira coleção utilizando malha PET - tecido produzido a partir da reciclagem de garrafas PET. Até hoje, mais de 35 milhões de garrafas já foram retiradas do meio ambiente e transformadas em moda.

A companhia também foi uma das primeiras a utilizar algodão desfibrado e poliéster biodegradável em suas marcas. Este ano, o investimento em uma lavanderia de alta tecnologia reduzirá de 1.000 litros para 200ml o consumo de água, por peça, na produção de jeans. Ou seja, uma economia de 98%. 

Todas as iniciativas levaram a empresa a receber diversos prêmios nacionais, figurando inclusive entre as 10 mais transparentes do mundo, segundo o Índice de Transparência da Moda 2018. 

 

Matérias Relacionadas

Esportes

Piloto Sergio Pérez testa positivo para covid-19 e não corre domingo na F1

Piloto Sergio Pérez testa positivo para covid-19 e não corre domingo na F1
Geral

Duas mulheres ficam feridas após queda de nível em Jaraguá do Sul

Em ambas as ocorrências, as mulheres foram encaminhadas ao hospital São José.
Geral

Novilho é resgatado após ficar preso em tubulação no Rio da Luz

O animal ficou preso na metade da tubulação.
Novilho é resgatado após ficar preso em tubulação no Rio da Luz
Esportes

Categoria principal do MotoGP terá primeira corrida de 2020 no domingo

Prova de estreia de MotoE terá presença do brasileiro Eric Granado
Categoria principal do MotoGP terá primeira corrida de 2020 no domingo
Ver mais de Geral