F-1

F-1 reúne pilotos e chefe de prova e lava roupa suja antes do GP Brasil

10 Nov 2016 - 14h31
Max Verstappen e Sebastian Vettel falaram do incidente na conversa que contou até mesmo a participação de Charlie Whiting, o diretor de corridas, para falar especialmente sobre o assunto. O momento virou uma espécie de lavagem de roupa suja.

"Eu, obviamente, não concordo com a decisão. Eu tenho uma sanção, mas tem que ser para todos então. Talvez devêssemos dar a sanção logo que o cara saia da pista e aí troquem o cara", comentou Verstappen em relação a sua punição relâmpago no México que o tirou do pódio.

O GP terminou com a vitória de Hamilton, seguido por Nico Rosberg e Daniel Ricciardo.

Charlie Whiting comentou sobre o assunto, explicando o motivo da punição a Max Verstappen. "A diferença principal é que no caso de Lewis (Hamilton) ele não foi beneficiado como no caso de Max. Podemos mostrar vídeos para provar. O caso de Max e Sebastian, se Verstappen tivesse feito o mesmo na reta entre a 3 e a 4, teria perdido a posição e os comissários de prova sentiram que ele teve vantagem no momento e não a devolveu. Essa é a razão principal", contou o chefe de prova sobre o caso.

 

Hamilton chegou a opinar sobre o caso se mostrando solidário ao piloto da Red Bull. "Eu estou de acordo com Max. É preciso trabalhar junto com Charlie para que seja mais fácil as tomadas de decisões".

No México, Vettel vinha tentando a ultrapassagem quando Verstappen perdeu a freada, saiu da pista e não deu de voltar a posição ao alemão. Por isso, o piloto da Red Bull foi punido com a soma de cinco segundos em seu tempo final. A sanção o fez cair de terceiro para quinto (acabou em quarto após a punição a Vettel).

"É ridículo", disse Verstappen. "Especialmente depois de, na curva 1, na primeira volta, os dois primeiros saírem da pista e não ter problema. Por que me punir no final da corrida? É muito injusto. Nós merecíamos ser terceiros", chegou a dizer o holandês em protesto logo depois da corrida.

Vettel também reclama de punição

Sobre Vettel, a reclamação do holandês foi em relação à defesa de posição quando o alemão lutava com Ricciardo - e também pelas reclamações do piloto, que fez sinal de negativo quando os dois terminaram a prova.

"Eu não estou de acordo. Eu movi para defender minha posição, o suficiente para Ricciardo ter espaço", ressaltou Vettel.

Clima tranquilo após esclarecimentos

Apesar da "tensão" que envolveu o momento em que o chefe de provas entrou na sala de coletiva e os pilotos tiveram a oportunidade de relembrar as polêmicas do GP do México, o clima na sala de imprensa de Interlagos acabou leve. Depois da conversa com os jornalistas, os pilotos presentes na sala - Massa, Vettel, Ricciardo, Verstappen, Hamilton e Rosberg - fizeram uma selfie.

Até mesmo Ricciardo, que ficou em terceiro, reclamou pela demora da domada de decisão. "Não queremos que a decisão seja tomada tanto tempo depois da corrida. Uma vez que esteja na zona de freada, você coloca o carro no limite, é o único momento que não podemos ter o controle. Se está na reta e o outro se move, o meu carro também pode mover, mas na freada, uma vez que isso aconteça, não é possível que eu me mova também".

Matérias Relacionadas

Geral

Senado aprova projeto de combate a notícias falsas

O texto segue para a Câmara dos Deputados.
Esportes

Atleta promove ultramaratona solidária no domingo em Jaraguá

Mauro Freitas é ultramaratonista, já participou de diversas competições em várias cidades do país.
Atleta promove ultramaratona solidária no domingo em Jaraguá
Geral

Em um ano, Hospital Santo Antônio de Guaramirim alcança mais de R$ 1 milhão de economia real

Conforme o diretor do HSA, Valmor Busnello, desde que o Instituto Santé assumiu a gestão da entidade, foram investidos mais de R$ 135 mil em instrumentais cirúrgicos e equipamentos.
Em um ano, Hospital Santo Antônio de Guaramirim alcança mais de R$ 1 milhão de economia real
Geral

Regina Duarte deixa cargo na secretaria especial de Cultura

A saída dela foi informada pelo presidente Jair Bolsonaro, em publicação nas redes sociais.
Regina Duarte deixa cargo na secretaria especial de Cultura
Ver mais de Geral