Esporte nacional e internacional

Confira as principais do esporte nacional e internacional

02 Set 2016 - 16h32
BEM-VINDO TITE

Tite estreou da melhor maneira possível no seu novo cargo. E teve a ajuda fundamental de outro estreante: Gabriel Jesus. O atacante do Palmeiras sofreu um pênalti convertido por Neymar e marcou outros dois golaços na vitória por 3 a 0 diante do Equador em plena atitude de Quito, na 7ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

O resultado foi além do planejamento da comissão técnica. Antes de a bola rolar, a ideia era não perder nesta quinta-feira e vencer o próximo compromisso para garantir quatro pontos nos dois jogos. O Brasil não vencia no Equador desde 1983. Neymar não marcava desde setembro. Os equatorianos não perdiam em casa desde 2009. Todos os tabus foram quebrados.

Agora, a seleção pentacampeã tem 12 pontos e ocupa a 4ª colocação de forma provisória, atrás de Equador, Colômbia e Uruguai, que têm 13 pontos. Os uruguaios, no entanto, ainda jogariam nesta quinta-feira, às 20h30, contra a Argentina, que tem 11 pontos.

Logo após o jogo, o Brasil foi direto para Manaus em voo fretado. Lá, o time trabalha até terça-feira, onde joga contra a Colômbia às 21h45 de terça-feira (6). No mesmo dia, mas às 23h15, o Equador joga contra o Peru, em Lima.

FICHA TÉCNICA
EQUADOR 0 X 3 BRASIL

Data: 01/09/2016 (quinta-feira)
Local: Estádio Olímpico Atahualpa (em Quito, Equador)
Público: 34.887 pagantes
Renda: US$ 1.401.100,00
Árbitro: Enrique Cáceres Villafañe (Paraguai)
Auxiliares: Eduardo Cardoso Escobar e Milciades Saldivar Franco (ambos do Paraguai)
Cartões amarelos: Bolaños, Montero, Domínguez e Paredes (EQU); Paulinho (BRA)

Cartão vermelho: Paredes (EQU)
Gols: Neymar, aos 25 minutos do 2º tempo, Gabriel Jesus, aos 41 e 43 minutos do 2º tempo

EQUADOR
Alexander Domínguez; Paredes, Gabriel Achilier, Arturo Mina e Walter Ayoví; Christian Noboa, Gruezo, Enner Valência e Jefferson Montero; Miller Bolaños e Felipe Caicedo (Ibarra)
Técnico: Gustavo Quinteros

BRASIL
Alison; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Renato Augusto, Paulinho, William (Philippe Coutinho) e Neymar; Gabriel Jesus
Técnico: Tite

 

PAROU

Felipe Massa anuncia aposentadoria da F1

O piloto brasileiro Felipe Massa, da Williams, vai se aposentar da Fórmula 1 ao final da temporada de 2016, 14 anos após sua estreia na principal categoria do automobilismo mundial.
Massa disputará o último Grande Prêmio de sua carreira na F1 em Abu Dhabi em novembro. Esta será sua corrida de número 250 na Fórmula 1. O piloto de 35 anos venceu 11 Grandes Prêmios e subiu ao pódio em 41 ocasiões. "Minha carreira foi mais do que eu esperava e estou orgulhoso do que consegui", afirma o brasileiro em um comunicado divulgado pela Williams.

O brasileiro estreou em 2002 no circo da F1 pela escuderia Sauber e conseguiu pontuar em sua segunda corrida. Sua aposentadoria deixa um carro sem piloto na Williams que poderá ser ocupado pelo britânico Jenson Button. Com isso, o belga Stoffel Vandoorne, 24 anos, poderá ir à McLaren.

 

FRANÇA  X  ITALIA

Estreia frustrada de "árbitro de vídeo"

França e Itália entraram pela primeira vez em campo depois da disputa da Eurocopa. O principal atrativo da partida era a estreia do "árbitro de vídeo", mas ele passou em branco na vitória francesa por 3 a 1 nesta quinta-feira, na Itália.

A Fifa usou o amistoso para testar a utilização de profissionais que utilizariam o vídeo em lances polêmicos. Mas, como o jogo não teve jogadas duvidosas, eles não tiveram participação.

Com a bola rolando, os franceses mostraram a força que levou a seleção ao vice-campeonato da Euro. Martial e Giroud marcaram os gols da vitória ainda no primeiro tempo. Pellé, um dos melhores jogadores da seleção italiana na Euro, descontou após bela jogada também na etapa inicial.

Kurzawa, novidade da França em relação a Euro, fechou a vitória.

Italianos e franceses focam agora nas Eliminatórias para a Copa de 2018. As estreias das duas seleções acontecerão na próxima semana.

 

EXPECTATIVA

COMEÇOU MARATONA DA CHAMA PARALIMPÍADA

A chama dos Jogos Paralímpicos começou a ser conduzida pelo Brasil nesta quinta-feira, seis dias antes da cerimônia de abertura do evento, que acontecerá no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

A primeira das tochas que serão utilizadas no percurso do revezamento foi acesa em Brasília pelo professor de educação física Ulisses Araújo, um dos pioneiros no país em preparar atletas com algum tipo de deficiência.

Antes de chegar ao Rio de Janeiro, na próxima terça-feira, a chama, que chegou ao país na semana passada e foi entregue ao presidente Michel Temer, passará pelas cidades de Belém, Natal, São Paulo e Joinville, percorrendo 250 quilômetros, pelas mãos de 745 pessoas.

Internautas de todo o mundo poderão participar do acendimento da chama. Para isso, é preciso postar uma mensagem em sua conta no Twitter utilizando a hashtag #ChamaParalímpica.

 

Matérias Relacionadas

Geral

Senado aprova projeto de combate a notícias falsas

O texto segue para a Câmara dos Deputados.
Esportes

Atleta promove ultramaratona solidária no domingo em Jaraguá

Mauro Freitas é ultramaratonista, já participou de diversas competições em várias cidades do país.
Atleta promove ultramaratona solidária no domingo em Jaraguá
Geral

Em um ano, Hospital Santo Antônio de Guaramirim alcança mais de R$ 1 milhão de economia real

Conforme o diretor do HSA, Valmor Busnello, desde que o Instituto Santé assumiu a gestão da entidade, foram investidos mais de R$ 135 mil em instrumentais cirúrgicos e equipamentos.
Em um ano, Hospital Santo Antônio de Guaramirim alcança mais de R$ 1 milhão de economia real
Geral

Regina Duarte deixa cargo na secretaria especial de Cultura

A saída dela foi informada pelo presidente Jair Bolsonaro, em publicação nas redes sociais.
Regina Duarte deixa cargo na secretaria especial de Cultura
Ver mais de Geral