dengue
Psicossocial

CAPS de Guaramirim completa quatro meses de funcionamento

01 Nov 2018 - 09h53

De portas abertas há quatro meses, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Guaramirim vem desempenhando bons resultados para a população guaramirense. Ligado a Secretaria Municipal de Saúde, o serviço é direcionado a adolescentes e adultos com transtornos mentais graves e persistentes, principalmente aqueles que usam substâncias psicoativas, com o objetivo de ser um aporte para a ressocialização destas pessoas.

Atualmente, são atendidas mensalmente 87 pessoas na unidades, somando os atendimentos em grupo e individuais pela equipe formada por uma assistente social, um psicólogo, dois estagiários, um psiquiatra, um educador físico e uma artesã.

De acordo com a responsável, Elaine Pires, o CAPS conta com uma equipe multidisciplinar que atua no tratamento de pessoas que sofrem de transtornos mentais, psicoses, neuroses graves, alcoolismo e demais quadros, cuja severidade ou persistência justifiquem cuidados intensivos, semi-intensivos e não-intensivo. Tudo isso, como alternativa no modelo assistencial que era exclusivamente centrado na internação hospitalar. “Antes do CAPS, os pacientes eram atendidos na unidade de saúde ou na especialidade só no contexto medicamentoso. Agora eles tem o atendimento multidisciplinar com outros profissionais que tem o olhar diferenciado. O que procuramos é desmistificar o estigma e o preconceito com o paciente que está em sofrimento psíquico porque todos nós podemos estar em algum momento da vida com algum nível de sofrimento psíquico e cada um busca uma forma de aliviar sua dor, seja no uso medicamentoso, buscando ajuda profissional, fazendo uso e abuso de álcool ou em outras drogas”, enfatiza.

Elaine explica que os pacientes permanecem no CAPS durante um período (manhã e tarde) e além dos trabalhos individuais, há encontros em grupos terapêuticos três vezes na semana. Boa parte dos pacientes atendidos são encaminhados pela unidade de saúde, porém a pessoa em situação de sofrimento também pode procurar ajuda diretamente no CAPS, localizado na rua Victor Bramorski, 208, Centro. A demanda espontânea representa, ao longo desses quatro meses, cerca de 40 acolhimentos, entre pacientes com transtornos mentais e, sobretudo em situação de dependência química.

Para o secretário de Saúde, Marcelo Deretti, a abertura do CAPS representa mais um passo na humanização e tratamento dos pacientes em Guaramirim. “Nós transformamos um projeto em uma realidade que hoje está funcionando, claro que ainda precisa de ajustes, mas que está melhorando e dando mais qualidade de vida para os guaramirenses atendidos”, reforça.

O CAPS funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h às 16h30.

Matérias Relacionadas

Esportes

Confira o programa Arena dos Sports desta semana

O Arena dos Sports, da Rádio Jaraguá, é um programa voltado para todas as atividades esportivas, contando com informações e entrevistas com destaques de várias modalidades
Confira o programa Arena dos Sports desta semana
Esportes

Brasil bate o Chile no último amistoso de vôlei em Jaraguá do Sul

Mais uma vez, a torcida lotou a Arena Jaraguá
Brasil bate o Chile no último amistoso de vôlei em Jaraguá do Sul
Esportes

Seleção brasileira de vôlei vence amistoso contra Argentina na Arena Jaraguá

O Brasil já volta a quadra nesta quinta-feira (20) para o último amistoso em Jaraguá do Sul, diante do Chile, às 19h30
Seleção brasileira de vôlei vence amistoso contra Argentina na Arena Jaraguá
Esportes

Esgotados os ingressos para partida de vôlei entre Brasil e Argentina na Arena Jaraguá

Ingressos para Brasil x Chile, na quinta-feira (20), às 19h30, seguem à venda no site Ingresso de Vantagens
Esgotados os ingressos para partida de vôlei entre Brasil e Argentina na Arena Jaraguá
Ver mais de Geral