Futebol

Resumo: Jogos das eliminatórias sulamericanas

07 Out 2016 - 15h49

Guerrero e Cueva marcam, Peru empata e joga Argentina para zona da repescagem


Peru e Argentina fizeram um bom jogo na noite desta quinta-feira, em Lima, no duelo que encerrou a 9ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. O time argentino esteve duas vezes à frente no placar, mas não conseguiu segurar o resultado e amargou um empate em 2 a 2. Funes Mori e Higuaín marcaram os gols dos visitantes, enquanto o flamenguista Paolo Guerrero e o são-paulino Cueva, de pênalti, anotaram os gols do Peru.

O jogo

Mesmo longe de casa, a Argentina inaugurou o marcador aos 15 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, Dybala mandou para a área. A defesa peruana não conseguiu afastar o perigo e a bola sobrou para finalização certeira de Funes Mori.

O Peru alcançou o empate no Estádio Nacional apenas aos 12 minutos da etapa complementar. Após belo lançamento de Trauco da esquerda, o centroavante flamenguista Paolo Guerrero mantou no peito, superou a marcação de Funes Mori e concluiu com sucesso.

A Argentina retomou a vantagem no marcador aos 31 minutos da etapa complementar. Em uma jogada pelo lado direito do campo de ataque, Zabaleta tabelou com Di Maria e enfiou para Higuain. Na cara do goleiro Gallese, o centroavante mandou para a rede.

O último gol da partida disputada em Lima saiu sete minutos antes do final do tempo regulamentar. Paolo Guerrero invadiu a área pela direita e caiu após toque de Funes Mori. O árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci marcou pênalti, convertido pelo são-paulino Cueva.

 

Neymar brilha, Brasil atropela a Bolívia em casa e Tite se mantém 100%

Com 100% de aproveitamento sob o comando de Tite e grande partida de Neymar, a seleção brasileira mostrou ótimo desempenho ao golear a Bolívia por 5 a 0 nesta quinta-feira, na Arena das Dunas, em Natal, e chegou à terceira vitória seguida pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Destaque do jogo, o camisa 10 do Brasil marcou um gol, deu duas assistências e infernizou a defesa adversária, mas estava pendurado e recebeu o cartão amarelo. Com a suspensão, Neymar, que foi substituído após levar uma cotovelada e sofrer um corte no rosto, será desfalque contra a Venezuela, em Mérida, na terça-feira.

Esta foi a primeira vez desde 2013 que o Brasil conquistou três triunfos em sequência, após as vitórias por 3 a 0 sobre o Equador, em Quito, e por 2 a 1 sobre a Colômbia, na Arena da Amazônia, em Manaus.

 

Colômbia marca nos acréscimos e vence o Paraguai fora de casa

No apagar das luzes, a Colômbia venceu o Paraguai por 1 a 0 em pleno Defensores del Chaco, em Assunção, nesta quinta-feira, pela 9ª rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Com o resultado, os colombianos vão aos 16 pontos e seguem na zona classificatória para o Mundial. Já o Paraguai estaciona nos 12 pontos, no sexto lugar.

O gol da vitória colombiana foi marcado por Cardona, que havia entrado no segundo tempo e deu um belo toque por cobertura para dar os três pontos à seleção.

A Colômbia volta a campo na próxima terça-feira (11), quando recebe o Uruguai em Barranquilla. No mesmo dia, o Paraguai tenta a recuperação diante da Argentina, fora de casa.

 

Com 2 de Cavani, Uruguai vence a Venezuela e se garante na liderança

Com a força da torcida em casa, o Uruguai venceu a Venezuela por 3 a 0 nesta quinta-feira e garantiu a condição de líder das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 ao terminar a nona rodada com 19 pontos conquistados.

Foi o meia Nicolás Lodeiro que abriu o placar para os uruguaios, aos 29 minutos, mas o protagonista da noite foi o atacante Edinson Cavani, que balançou as redes duas vezes, aos dois e aos 34 minutos do segundo tempo, e chegou a sete gols na artilharia do torneio.

Na décima rodada das Eliminatórias, que será disputada na próxima terça-feira, o Uruguai visitará a Colômbia e a Venezuela receberá o Brasil.

 

Chile leva surra no Equador e se complica nas eliminatórias

Atual bicampeã da Copa América, a seleção chilena ficou em situação delicada nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 ao sofrer derrota contundente de 3 a 0 para o Equador, nesta quinta-feira, na altitude de Quito, e continua fora da zona de classificação.

"Fomos superados em todos os aspectos. Eles ganharam porque forma melhores, correram mais rápido e mostraram pontaria na hora de definir", resumiu o técnico da 'Roja', Juan Antonio Pizzi.

O Chile ocupa apenas a sétima posição, com 11 pontos, sendo que apenas os quatro primeiros colocados garantem a vaga direta para a Rússia, com o quinto tendo que disputar a repescagem.

Já o Equador, que iniciou sua campanha com quatro vitórias, acabou com uma série de três derrotas seguidas e assumiu a vice-liderança, com os mesmos 16 pontos do Uruguai, um de vantagem sobre Brasil e Argentina.

 

 

 

Matérias Relacionadas

Esportes

Juventus perde para o Figueira por 2 a 1

A partida ocorreu no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul, sem torcida, e marcou o retorno das duas equipes após mais de cem dias sem jogos por causa da pandemia do novo coronavírus.
Juventus perde para o Figueira por 2 a 1
Esportes

CBF anuncia novo calendário do futebol brasileiro

Início das Copas Libertadores e Sul-Americana segue indefinido
CBF anuncia novo calendário do futebol brasileiro
Esportes

Rádio Jaraguá transmite jogo do Juventus na tarde desta quinta

Acompanhe em 101.3 FM, baixe nosso App ou ouça em www.diariodajaragua.com.br
Rádio Jaraguá transmite jogo do Juventus na tarde desta quinta
Futebol

Campeonato Catarinense retorna com dois jogos hoje

Nesta 5ª feira, com transmissão da Jaraguá FM, o Juventus enfrenta o Figueirense em Jaraguá do Sul
Campeonato Catarinense retorna com dois jogos hoje
Ver mais de Futebol