Premix Concreto
Futebol

Resumo: Jogos das eliminatórias sulamericanas

07 Out 2016 - 15h49

Guerrero e Cueva marcam, Peru empata e joga Argentina para zona da repescagem


Peru e Argentina fizeram um bom jogo na noite desta quinta-feira, em Lima, no duelo que encerrou a 9ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. O time argentino esteve duas vezes à frente no placar, mas não conseguiu segurar o resultado e amargou um empate em 2 a 2. Funes Mori e Higuaín marcaram os gols dos visitantes, enquanto o flamenguista Paolo Guerrero e o são-paulino Cueva, de pênalti, anotaram os gols do Peru.

O jogo

Mesmo longe de casa, a Argentina inaugurou o marcador aos 15 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, Dybala mandou para a área. A defesa peruana não conseguiu afastar o perigo e a bola sobrou para finalização certeira de Funes Mori.

O Peru alcançou o empate no Estádio Nacional apenas aos 12 minutos da etapa complementar. Após belo lançamento de Trauco da esquerda, o centroavante flamenguista Paolo Guerrero mantou no peito, superou a marcação de Funes Mori e concluiu com sucesso.

A Argentina retomou a vantagem no marcador aos 31 minutos da etapa complementar. Em uma jogada pelo lado direito do campo de ataque, Zabaleta tabelou com Di Maria e enfiou para Higuain. Na cara do goleiro Gallese, o centroavante mandou para a rede.

O último gol da partida disputada em Lima saiu sete minutos antes do final do tempo regulamentar. Paolo Guerrero invadiu a área pela direita e caiu após toque de Funes Mori. O árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci marcou pênalti, convertido pelo são-paulino Cueva.

 

Neymar brilha, Brasil atropela a Bolívia em casa e Tite se mantém 100%

Com 100% de aproveitamento sob o comando de Tite e grande partida de Neymar, a seleção brasileira mostrou ótimo desempenho ao golear a Bolívia por 5 a 0 nesta quinta-feira, na Arena das Dunas, em Natal, e chegou à terceira vitória seguida pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Destaque do jogo, o camisa 10 do Brasil marcou um gol, deu duas assistências e infernizou a defesa adversária, mas estava pendurado e recebeu o cartão amarelo. Com a suspensão, Neymar, que foi substituído após levar uma cotovelada e sofrer um corte no rosto, será desfalque contra a Venezuela, em Mérida, na terça-feira.

Esta foi a primeira vez desde 2013 que o Brasil conquistou três triunfos em sequência, após as vitórias por 3 a 0 sobre o Equador, em Quito, e por 2 a 1 sobre a Colômbia, na Arena da Amazônia, em Manaus.

 

Colômbia marca nos acréscimos e vence o Paraguai fora de casa

No apagar das luzes, a Colômbia venceu o Paraguai por 1 a 0 em pleno Defensores del Chaco, em Assunção, nesta quinta-feira, pela 9ª rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Com o resultado, os colombianos vão aos 16 pontos e seguem na zona classificatória para o Mundial. Já o Paraguai estaciona nos 12 pontos, no sexto lugar.

O gol da vitória colombiana foi marcado por Cardona, que havia entrado no segundo tempo e deu um belo toque por cobertura para dar os três pontos à seleção.

A Colômbia volta a campo na próxima terça-feira (11), quando recebe o Uruguai em Barranquilla. No mesmo dia, o Paraguai tenta a recuperação diante da Argentina, fora de casa.

 

Com 2 de Cavani, Uruguai vence a Venezuela e se garante na liderança

Com a força da torcida em casa, o Uruguai venceu a Venezuela por 3 a 0 nesta quinta-feira e garantiu a condição de líder das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 ao terminar a nona rodada com 19 pontos conquistados.

Foi o meia Nicolás Lodeiro que abriu o placar para os uruguaios, aos 29 minutos, mas o protagonista da noite foi o atacante Edinson Cavani, que balançou as redes duas vezes, aos dois e aos 34 minutos do segundo tempo, e chegou a sete gols na artilharia do torneio.

Na décima rodada das Eliminatórias, que será disputada na próxima terça-feira, o Uruguai visitará a Colômbia e a Venezuela receberá o Brasil.

 

Chile leva surra no Equador e se complica nas eliminatórias

Atual bicampeã da Copa América, a seleção chilena ficou em situação delicada nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 ao sofrer derrota contundente de 3 a 0 para o Equador, nesta quinta-feira, na altitude de Quito, e continua fora da zona de classificação.

"Fomos superados em todos os aspectos. Eles ganharam porque forma melhores, correram mais rápido e mostraram pontaria na hora de definir", resumiu o técnico da 'Roja', Juan Antonio Pizzi.

O Chile ocupa apenas a sétima posição, com 11 pontos, sendo que apenas os quatro primeiros colocados garantem a vaga direta para a Rússia, com o quinto tendo que disputar a repescagem.

Já o Equador, que iniciou sua campanha com quatro vitórias, acabou com uma série de três derrotas seguidas e assumiu a vice-liderança, com os mesmos 16 pontos do Uruguai, um de vantagem sobre Brasil e Argentina.

 

 

 

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo encara Racing por vaga nas quartas da Libertadores

No Maracanã, Rubro-Negro avança com 0 a 0 e qualquer vitória
Flamengo encara Racing por vaga nas quartas da Libertadores
Esportes

Corpo de Maradona é velado no palácio presidencial da Argentina

Velório público ocorrerá até as 19h
Corpo de Maradona é velado no palácio presidencial da Argentina
Esportes

Brasileiro: mesmo com 0 a 0, Vasco deixa a zona do rebaixamento

Time carioca enfrentou Fortaleza em partida atrasada
Brasileiro: mesmo com 0 a 0, Vasco deixa a zona do rebaixamento
Esportes

São Paulo goleia o Flamengo e avança à semi da Copa do Brasil

Inter vence jogo no último lance, mas é eliminado nos pênaltis
São Paulo goleia o Flamengo e avança à semi da Copa do Brasil
Ver mais de Futebol