Futebol

Na Bola de Ouro, Neymar é melhor do mundo só para Jamaica, República Centro-Africana e ilha minúscula

13 Dez 2016 - 14h16
Os únicos países a colocarem Neymar, que teve a conquista do inédito ouro olímpico com o Brasil como principal feito em 2016, foram Jamaica, República Centro-Africana e a pequena ilha Turcos e Caicos.

Os jornalistas com direito a voto de Jamaica e Turcos e Caicos tiveram preferências iguais, com Neymar ficando a frente de Crisitano Ronaldo e Lionel Messi. Já o representante da República Centro-Africana colocou o brasileiro a frente do gabonês Aubameyang e do uruguaio Luis Suárez.

O representante brasileiro na votação foi o narrador Cleber Machado, que não colocou Neymar sequer entre seus três primeiros colocados. Para ele, Cristiano Ronaldo foi o melhor do mundo, seguido pelo francês Antoine Griezmann (terceiro lugar na classificação final) e Messi.

Na premiação da France Football, cada voto para primeiro lugar valeu cinco pontos; para segundo, três; e terceiro, um. Neymar acabou com 68, aparecendo dez vezes na segunda colocação e 23 na terceira.

Veja como ficou a pontuação do top 5 da Bola de Ouro:

1º - Cristiano Ronaldo (POR), do Real Madrid-ESP: 745
2º - Lionel Messi (ARG), do Barcelona-ESP: 316
3º - Antoine Griezmann (FRA), do Atlético de Madri-ESP: 191
4º - Luis Suárez (URU), do Barcelona-ESP: 91
5º - Neymar (BRA), do Barcelona-ESP: 68


 

Fonte: ESPN

 

Matérias Relacionadas

Esportes

Corinthians e Grêmio podem ter desfalques no reinício dos estaduais

Timão anuncia que Cantillo testou positivo para covid-19
Corinthians e Grêmio podem ter desfalques no reinício dos estaduais
Futebol

CBF divulga tabela atualizada da Série B

Competição inícia em 7 de agosto e términa em 30 de janeiro de 2021.
CBF divulga tabela atualizada da Série B
Futebol

Presidente do Barcelona esfria negociações por Neymar

Josep Maria Bartolomeu diz que PSG não quer se desfazer de estrelas
Presidente do Barcelona esfria negociações por Neymar
Futebol

Campeonato Catarinense continua suspenso por 14 dias

Decisão ocorreu após reunião entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Federação Catarinense de Futebol
Campeonato Catarinense continua suspenso por 14 dias
Ver mais de Futebol