CMJS - Novembro
Eurocopa

Eurocopa: começam as quartas de final

30 Jun 2016 - 14h43
Sem marcar pela seleção da Polônia há sete jogos, desde que anotou em amistoso contra a Islândia, no ano passado, o atacante Robert Lewandowski tem, nesta quinta-feira, mais uma chance para acabar com seu incômodo jejum e mostrar que não é um "artilheiro de jogos pequenos" na equipe nacional.

Apesar de ter sido decisivo na classificação para a Euro-2016, marcando 13 gols e sendo o artilheiro isolado das eliminatórias, o matador tem que lidar com um dado incômodo: 47% de seus tentos pela Polska foram anotados contra rivais "nanicos".

 

 

Ao todo, o atacante do Bayern tem 34 gols em 80 jogos por sua seleção. 16 deles foram contra equipes da parte de baixo do ranking da Fifa, como Geórgia, Lituânia, Tailândia, Moldávia e Cingapura, além de tradicionais "sacos-de-pancada" do futebol europeu, como os semi-amadores Andorra, Gibraltar e San Marino.

Já entre os adversários de maior porte que foram vitimados pelo centroavante, aparecem só dois gols contra times gigantes, ambos contra a Alemanha (um em amistoso e outro em derrota por 3 a 1, pelas eliminatórias). Ele ainda fez outros seis jogos com campeões mundiais, passando em branco em todos, e balançou as redes contra times médios, como Rússia, Eslováquia, Irlanda, Costa do Marfim e Grécia.

Na atual Eurocopa, por sua vez, Lewa ainda não foi às redes em quatro partidas. O técnico Adam Nawalka, no entanto, segue lhe dando toda a moral possível.

"Lewandowski é um jogador muito importante para o time. É um dos melhores atacantes do mundo, o melhor camisa 9. Estou muito feliz com sua performance até agora, está jogando para o time. E tem um papel importante como capitão, motivando o grupo. No campo ele também está bem. Está em formas física e mental muito boas, fazendo um ótimo trabalho", elogiou.

Nawalka, inclusive, considera que os árbitros estão sendo benevolentes com os marcadores de seu camisa 9, que estariam batendo em excesso.

"Ele está recebendo marcação dura neste torneio, dupla, tripla... Mas está bem preparado. Acho que os árbitros deveriam prestar muita atenção em faltas duras que estão acontecendo, assim vão poder eliminar situações onde o adversário tenta a qualquer custo tirar um jogador específico da partida. Os árbitros têm que prestar atenção para ter certeza que essas faltas sejam punidas", pediu o técnico.

Polônia e Portugal duelam nesta quinta, às 16h (horário de Brasília).

 

Matérias Relacionadas

Futebol

Flamengo goleia Grêmio e está na final da Copa Libertadores

Rubro-negro vence por 5 a 0 e vive noite histórica no Maracanã
Esportes

Flamengo e Grêmio decidem hoje quem vai à final da Libertadores

Flamengo e Grêmio decidem hoje quem vai à final da Libertadores
Esportes

Etapa do Moleque Bom de Bola em Guaramirim define participação estadual

Etapa do Moleque Bom de Bola em Guaramirim define participação estadual
Esportes

Seleção brasileira recua para 3ª posição no ranking masculino da Fifa

De acordo com a lista, divulgada na última sexta-feira (19), a Bélgica continua no topo e a França subiu para a segunda colocação
Seleção brasileira recua para 3ª posição no ranking masculino da Fifa
Ver mais de Futebol