GNet
Futebol

Espanha leva virada da Croácia, fica em 2º e encara Itália nas oitavas da Euro

22 Jun 2016 - 14h46
Em segundo lugar no grupo D com 5 pontos, dois a menos que a Croácia, a Espanha terá um ingrato duelo nas oitavas de final com a Itália, 1ª do Grupo E, uma reedição da decisão da Euro-2012, quando os espanhóis golearam por 4 a 0.

Na outra partida do grupo, a Turquia, uma das maiores decepções da Euro-2016 até então, somou seus três primeiros pontos ao derrotar por 2 a 0 a República Tcheca, com gols de Burak Yilmaz e Ozan Tufan, e termina a a primeira fase na 3ª colocação, com esperanças de avançar ao mata-mata da competição.

A vitória turca acabou garantindo também a classificação da Irlanda do Norte, que tem certeza de terminar entre os quatro melhores terceiros, por ter os mesmos três pontos que Turquia e Albânia, com saldo de gol superior (0 contra -2 para turcos e albaneses).

Resta à Turquia esperar que o comportamento de sua torcida não atrapalhe as já remotas chances de classificação. Após o gol de Tufan, os torcedores turcos voltaram a jogar sinalizadores em campo, o que poderia acarretar em punição rigorosa da Uefa por reincidência.

- Croácia mostra força -O resultado para os croatas pode ser visto como heroico, porque apesar de contar com estrelas de nível internacional no elenco o técnico Ante Cacic precisou poupar duas delas para o confronto com os favoritos espanhóis, o meia do Real Madrid Luka Modric e o atacante da Juventus Mario Mandzukic, ambos lesionados.

No início da partida, tudo indicava que os desfalques seriam pesados demais para a Croácia, que viu Álvaro Morata abrir o placar na primeira boa trama ofensiva da Espanha, empurrando para as redes sem goleiro um ótimo passe de Cesc Fábregas.

Com o gol, o atacante da Juventus, que voltará a defender o Real Madrid, clube que o revelou, na próxima temporada, se igualou com o galês Gareth Bale na artilharia da Euro-2016 com três gols.

O ímpeto inicial espanhol, porém, foi caindo com o passar do tempo e a Croácia foi gostando do jogo, sempre apostando no talento de seus dois 'Ivans', o meia Ivan Rakitic, maestro do meio de campo, e o atacante Ivan Perisic, rápido e habilidoso caindo pela ponta esquerda.

Rakitic quase marcou um gol de placa aos 20, quando o goleiro espanhol De Gea errou na saída de bola e o meia do Barcelona aproveitou para tentar um gol por cobertura. A bola caprichosamente foi bater no travessão e na trave antes da zaga afastar o perigo.

Já Perisic, atacante da Inter de Milão, foi responsável pela jogada do gol de empate da Croácia ao cruzar na medida para Kalinic, na primeira trave, pegar de primeira e desviar para o fundo do gol espanhol.

- Pênalti e virada -No segundo tempo, a Croácia voltou confiante, percebendo que os espanhóis não viviam noite inspirada, e reclamaram veementemente de um pênalti não marcado em Marko Pjaca, que driblou dois jogadores da 'Fúria' dentro da área e pareceu ser calçado. O árbitro mandou o jogador croata levantar.

Seis minutos depois foi a vez dos espanhóis pedirem pênalti em David Silva, atropelado por Sime Vrsaljko na área. Nesse lance, o árbitro não hesitou em marcar a falta, levando os jogadores da Croácia à loucura.

Inteligentemente, o capitão Darijo Srna, ao ver que Sergio Ramos se aprontava a bater o pênalti, foi perguntar a comissão técnica o histórico do zagueiro do Real Madrid em cobranças de penalidade e repassou a informação ao goleiro Subasic.

Deu certo. Subasic não adivinhou o canto, Sergio Ramos titubeou e acabou chutando no meio, para defesa do goleirão croata.

Quando o jogo ia se encaminhando para um empate que não prejudicaria nenhuma das equipes, os croatas mostraram coragem, indo ao ataque em busca da vitória e do primeiro lugar do grupo.

A três minutos do apito final, a seleção da famosa camisa xadrez foi recompensada. Rakitic puxou rápido contra-ataque e encontrou o veloz Perisic sozinho pelo lado esquerdo. O atacante invadiu a área espanhola e chutou rasteiro, renta à trave, enganando De Gea, que esperava um cruzamento.

Vitória e liderança do grupo para os perigosos croatas. Derrota e um encontro imprevisível com a Itália para os espanhóis.

 
GNet

Matérias Relacionadas

Esportes

Messi amplia recorde e ganha 7ª Bola de Ouro da carreira

Espanhola Alexia Putellas vence entre as mulheres
Messi amplia recorde e ganha 7ª Bola de Ouro da carreira
Esportes

Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América

Deyverson saiu do banco de reserva e definiu título na prorrogação.
Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América
Esportes

Flamengo e Palmeiras buscam a glória eterna da Libertadores

O jogo coloca frente a frente os dois últimos vencedores da competição (o Rubro-Negro da edição 2019 e o Verdão da edição 2020)
Flamengo e Palmeiras buscam a glória eterna da Libertadores
Esportes

Rodada de sábado definiu os semifinalistas da Taça Jaraguá do Sul de Futebol

No próximo sábado (27), as quatro equipes se enfrentam em busca de uma vaga na finalíssima, em local ainda a ser definido
Rodada de sábado definiu os semifinalistas da Taça Jaraguá do Sul de Futebol
Ver mais de Futebol