ESPORTE

Seleção feminina de vôlei perde da República Dominicana na Liga das Nações

22 Mai 2019 - 23h50

Em um aquecimento para o Pré-Olímpico, que será disputado no Brasil entre 2 e 4 de agosto, a seleção feminina de vôlei enfrentou a República Dominicana na noite desta quarta-feira, em Brasília, pela Liga das Nações, e levou a pior ao perder por 3 sets a 1, com parciais de 25/22, 25/20, 22/25 e 28/26. Os dois times vão se encontrar na disputa por uma vaga nos Jogos de Tóquio, em 2020, pelo Grupo D, que tem ainda Camarões e Azerbaijão.

O resultado não provoca pânico na equipe do técnico José Roberto Guimarães, mas mostra que o caminho a ser percorrido na temporada ainda é longo. Com desfalques, o Brasil não teve um bom desempenho na partida, ao contrário do confronto de terça-feira, quando venceu a China, atual campeã olímpica, com tranquilidade. Nesta quinta-feira, às 20h, a equipe enfrentará a Rússia, novamente em Brasília.

"Vale ressaltar que elas fizeram uma grande partida, foram agressivas e foram muito bem no saque. Deixamos elas jogarem mais soltas nos dois primeiros sets, não controlamos as ações. Buscamos forças, vencemos um set, mas não estamos felizes com essa derrota. Sabemos que temos um caminho longo pela frente", comentou a ponteira Gabi, ao fim da partida.

O Brasil começou o jogo com as mesmas titulares do primeiro jogo pela Liga das Nações. Entraram jogando Macris, Paula Borgo, Amanda, Gabi, Bia e Mara, com Léia de líbero. Só que a República Dominicana, do técnico brasileiro Marcos Kwiek, tem jogadoras experientes e que conhecem muito bem suas adversárias por terem atuado na Superliga feminina de vôlei, como Yonkaira Peña.

Nos dois primeiros sets, a superioridade das dominicanas foi nítida, com bons ataques e saque forçado. Tanto que a equipe da América Central ganhou com parciais de 25 a 22 e 25 a 20. No terceiro set, o Brasil melhorou e tomou a dianteira, mas aos poucos as dominicanas foram encostando e apertaram. Mas o time, empurrado pela torcida, manteve a calma e fechou em 25 a 22.

No quarto set, o Brasil manteve uma pequena dianteira, mas sempre com a República Dominicana na cola. Até que no final do set, as adversárias viraram, mas o Brasil empatou em 23 a 23 e tomou a dianteira em um ponto em contra-ataque. Só que as rivais estavam vivas e com boa força no ataque, acabaram fechando em 28 a 26.

Depois dessa primeira rodada em casa, a seleção brasileira feminina de vôlei viaja para Apeldoorn, na Holanda, onde enfrentará Polônia, Bulgária e a própria Holanda pela segunda rodada da Liga das Nações. A competição serve de preparação para a disputa da vaga olímpica, principal objetivo do técnico José Roberto Guimarães e suas comandadas neste ano.

Matérias Relacionadas

Esportes

Jaraguaense é bicampeã dos Jogos Universitários Brasileiros

Bruna Rigo repetiu a conquista do ano passado com a marca de 3,20m no salto com vara, disputado em Fortaleza
Jaraguaense é bicampeã dos Jogos Universitários Brasileiros
Esportes

Caixa notifica Corinthians para pagamento de dívida do Itaquerão

Clube diz que atitude foi gesto intempestivo e que deve recorrer
Caixa notifica Corinthians para pagamento de dívida do Itaquerão
Esportes

Atletas seguem para a Olesc, em Videira

A competição, que iniciou na quinta-feira (12), e prossegue até 21 de setembro, deve reunir três mil atletas de 15 modalidades
Atletas seguem para a Olesc, em Videira
Esportes

Troféu do Campeonato Catarinense Série C homenageia ex-presidente do Juventus

Meldola ficou à frente do clube entre 2016 e 2018, ano em que veio a falecer, vítima de um câncer de pulmão
Troféu do Campeonato Catarinense Série C homenageia ex-presidente do Juventus
Ver mais de Esportes