ESPORTE

Santos vence Vasco em casa e abre vantagem na Copa do Brasil

17 Abr 2019 - 22h20Por Leandro Silveira

O Santos está próximo da classificação às oitavas de final da Copa do Brasil. Com gols de Rodrygo e Jean Mota no segundo tempo, o time aproveitou o fator casa nesta quarta-feira e derrotou o Vasco por 2 a 0, no jogo de ida da quarta fase, ficando em condições favoráveis para o confronto de volta, na próxima semana, em São Januário.

Na próxima quarta, o Vasco precisará triunfar por três gols de diferença para ir à próxima etapa da Copa do Brasil sem a necessidade dos pênaltis. É um cenário parecido ao da decisão do Campeonato Carioca, no próximo domingo, no Maracanã, pois o time também levou 2 a 0 do Flamengo no primeiro confronto da decisão, no Engenhão.

O Santos ainda terá a vantagem de não ter confrontos até lá. E, nesta quarta, impôs a sua superioridade, especialmente pelas boas atuações dos pontas Rodrygo e Soteldo, que encontraram os espaços na defesa vascaína para construir o placar de 2 a 0.

A nova derrota deve aumentar a pressão sobre o técnico Alberto Valentim, que tentou escalar um time mais defensivo no Vasco, mas não teve êxito na estratégia de conter o ataque santista.

O JOGO - Mantendo a base dos últimos jogos, o Santos teve Gustavo Henrique, livre de suspensão, como única novidade da sua escalação. Já Alberto Valentim optou por um time mais defensivo no Vasco, com a escalação de três volantes - William Maranhão, Raul e Lucas Mineiro -, tendo Marrony, ao invés de Maxi López, como jogador mais avançado.

As propostas de jogo ficaram claras nos minutos iniciais, quando o Santos tentou impor o seu estilo intenso e quase abriu o placar em ação de Cáceres para cortar cruzamento. Só que a expectativa de pressão santista não se confirmou. Sem muito brilho dos seus principais jogadores, o time parou na marcação do Vasco, que congestionou o meio-campo.

O cenário de marasmo só se alterava quando o Santos construía jogadas pelos lados, com Soteldo e Rodrygo. O jovem atacante era o nome mais perigoso do time, quase marcando aos 24 minutos, após receber passe de Victor Ferraz, driblar fácil Danilo Barcelos e finalizar para fora. O Vasco tentou responder em alguns contra-ataques, mas o morno primeiro tempo terminou mesmo sem gols na Vila Belmiro.

No começo da etapa final, porém, o Santos movimentou o placar, numa jogada que envolveu os seus dois pontas. Logo no segundo minuto, Soteldo recebeu na esquerda, viu Rodrygo passando livre na outra ponta - Yago Pikachu não acompanhou - e fez um cruzamento preciso para o companheiro finalizar de primeira, fazendo 1 a 0.

O gol forçou o Vasco a sair para o campo de ataque, chegando a ameaçar o Santos em duas ações. Mas aí o time da casa aproveitou os espaços para marcar novamente. Aos 20 minutos, Rodrygo acionou Jean Mota, que fintou Danilo Barcelos e, com liberdade, até ajeitou o corpo antes de bater colocado, fazendo 2 a 0. Assim, marcou o seu nono gol na temporada, sendo o artilheiro do time em 2019, ainda que estivesse em jejum desde 7 de março.

Soberano em campo, ainda que Alberto Valentim tenha tentado tornar o Vasco mais ofensivo, o Santos poderia ter ampliado aos 28, em uma linda ação ofensiva de Soteldo, que deu uma caneta em seu marcador, avançou em velocidade e tocou para Carlos Sánchez, que buscou Rodrygo. Mas, desequilibrado, o atacante bateu para fora.

Depois, os times diminuíram o ritmo. E o Santos, com Soteldo jogando no sacrifício nos minutos finais, assegurou o placar favorável para ficar mais próximo das oitavas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 x 0 VASCO

SANTOS - Everson; Victor Ferraz, Aguilar, Gustavo Henrique e Diego Pituca; Alison, Carlos Sánchez (Eduardo Sasha) e Jean Mota (Jean Lucas); Rodrygo, Derlis González (Jorge) e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

VASCO - Gabriel Félix; Cáceres (Claudio Winck), Werley, Ricardo Graça e Danilo Barcelos; William Maranhão (Maxi López), Raul, Lucas Mineiro, Yago Pikachu (Lucas Santos) e Yan Sasse; Marrony. Técnico: Alberto Valentim.

GOL - Rodrygo, aos dois, e Jean Mota, aos 20 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS - Willian Maranhão, Rodrygo, Gustavo Henrique

RENDA - R$ 388.682,50.

PÚBLICO - 8.659 torcedores.

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Sport Club Jaraguá completa 13 anos de fundação

Com um trabalho focado nas categorias de base, Jaraguá faz parte da Série C do Campeonato Catarinense
Sport Club Jaraguá completa 13 anos de fundação
Esportes

Juventus empata com Metropolitano e garante vaga nas quartas de final do Catarinense

Com 15 pontos, o Moleque Travesso segue em quarto lugar na tabela.
Juventus empata com Metropolitano e garante vaga nas quartas de final do Catarinense
Esportes

Catarinense: Chape garante ponta; Criciúma e Figueirense sob risco

Tigre e Alvinegro, tradicionais no estado, lutam contra rebaixamento
Catarinense: Chape garante ponta; Criciúma e Figueirense sob risco
Esportes

Grêmio ganha o primeiro jogo sem Renato e reassume ponta do Gaúcho

Vitória garantiu presença do Tricolor nas semifinais do Estadual
Grêmio ganha o primeiro jogo sem Renato e reassume ponta do Gaúcho
Ver mais de Esportes