ESPORTE

Presidente do Guarani vê seu ciclo no clube no fim e não quer mais um mandato

21 Mar 2019 - 20h33

Após a eliminação do Guarani na fase de classificação do Campeonato Paulista, o presidente do clube, Palmeron Mendes Filho, afirmou que vê a sua passagem chegando ao fim. O dirigente disse que não pretende mais se candidatar após março de 2020, quando seu mandato termina.

"Não tenho interesse em me candidatar. Meu compromisso e dos membros do atual Conselho de Administração é até março de 2020. Depois disso não vou concorrer a mais nada", cravou Palmeron, que tem sido muito criticado por opositores que o ameaçam com um processo de impeachment.

O presidente tem sido muito cobrado pela torcida, principalmente após o início ruim na temporada de 2019. O Guarani foi eliminado na primeira fase da Copa do Brasil pelo Avenida, que foi rebaixado no Campeonato Gaúcho, e no último sábado perdeu por 3 a 0 para a rival Ponte Preta, no Campeonato Paulista, e não passou da primeira fase do Estadual.

A derrota no dérbi de número 193 ainda rendeu a demissão do técnico Osmar Loss, que chegou no início do ano para encabeçar o projeto da temporada de 2019, que tem a Série B do Campeonato Brasileiro como principal competição.

Com a saída do treinador, a diretoria procura um substituto para comandar o Guarani até o final do ano. Vinícius Eutrópio, ex-Chapecoense, aparece como um dos favoritos, mas ainda não há uma definição. Marcelo Chamusca, Vinícius Bergantin e Vinícius Munhoz também estão no radar.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Juventus estreia nesta quarta no Campeonato Catarinense

Partida terá transmissão da Rádio Jaraguá, a partir das 20h
Juventus estreia nesta quarta no Campeonato Catarinense
Esportes

Árbitra catarinense apitará Libertadores Feminina

A competição será disputada Na Argentina de 5 a 22 de março.
Árbitra catarinense apitará Libertadores Feminina
Esportes

CBF muda horário do segundo jogo da final da Copa do Brasil

Partida entre Palmeiras e Grêmio será às 18h (horário de Brasília)
CBF muda horário do segundo jogo da final da Copa do Brasil
Saúde

Cirurgias eletivas são suspensas por 20 dias em SC

Não estão suspensas as urgências e as emergências e nem os procedimentos tempo-sensíveis - aqueles em que a vida do paciente pode estar em risco
Cirurgias eletivas são suspensas por 20 dias em SC
Ver mais de Esportes