ESPORTE

Ponte Preta vence o São Bento e mantém vivo o sonho de avançar no Paulistão

10 Mar 2019 - 22h38

A Ponte Preta manteve o sonho vivo em buscar a classificação à próxima fase do Campeonato Paulista. Na noite deste domingo, no complemento da décima rodada, o time campineiro seguiu com esperanças ao vencer o São Bento, por 2 a 1, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. Thalles e Nathan anotaram os gols alvinegros, enquanto Cafu descontou para a equipe azul.

O resultado manteve a Ponte Preta em terceiro lugar no Grupo A, com 16 pontos, cinco atrás do Red Bull Brasil, restando dois jogos para o final da primeira fase. O São Bento, por outro lado, é o lanterna da classificação geral, com apenas quatro pontos, correndo sérios riscos de rebaixamento à Série A2.

Com algumas novidades, como as entradas de Ygor, no gol, e Arnaldo na lateral, a Ponte Preta entrou em campo basicamente com a mesma estrutura dos últimos jogos e começou assustando o São Bento. Hugo Cabral arriscou de longe e exigiu boa defesa de Henal, logo aos sete minutos. O São Bento tentou responder em seguida com Alex Maranhão, mas enfrentou dificuldades na criação e viu a Ponte Preta trocar passes com liberdade no campo de ataque.

Aos 25 minutos, após boa triangulação pela direita, Gerson Magrão recebeu na entrada da área e finalizou firme, exigindo outra defesa de Henal. Aproveitando a superioridade, a Ponte Preta abriu o placar aos 39 minutos. Em jogada parecida, Matheus Vargas recebeu de frente do gol e carimbou a trave. No rebote, Thalles finalizou firme e não deu chances ao goleiro do São Bento.

Com a corda no pescoço, o time da casa voltou com uma alteração para o segundo tempo: Cafu na vaga de Mazola. Em seu primeiro toque na bola, o meio-campista empatou a partida, pegando sobra de cobrança de escanteio na linha da grande área. O gol animou o São Bento, que se lançou ao ataque, tentando aproveitar o momento.

A falta de criatividade e qualidade, no entanto, deixou o time sorocabano dependendo das bolas paradas para criar. Desta forma, o goleiro Ygor praticamente não foi ameaçado. Com dificuldades na saída de bola, a Ponte demorou para reagir, mas voltou a ficar na frente, aos 17 minutos, em belo gol de Nathan. Ele recebeu de Thalles, que fez bem o pivô, e bateu de longe, no cantinho de Henal.

A partir do gol, a Ponte teve mais espaço para jogar, usando a velocidade. Hugo Cabral, duas vezes, teve condições de concluir o lance, mas acabou errando e desperdiçando boas oportunidades. Nos minutos finais, o São Bento tentou ir para cima, mas voltou a usar as bolas altas e não teve forças para reagir.

A Ponte Preta volta a jogar pelo Paulistão contra o Guarani. O clássico campineiro, chamado de dérbi, está marcado para sábado, às 19 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O time, no entanto, vive a expectativa pela remarcação do duelo contra a Aparecidense pela primeira fase da Copa do Brasil. A equipe alvinegra conseguiu a impugnação do resultado da partida no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por uma suposta interferência externa para uma decisão capital da arbitragem no fim do confronto.

O São Bento encara o Red Bull Brasil, na próxima sexta-feira, às 18h45, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Se perder, vai estar matematicamente rebaixado.

FICHA TÉCNICA

SÃO BENTO 1 X 2 PONTE PRETA

SÃO BENTO - Henal; Edson Ratinho, Wesley Santos, Luizão e Mansur; Fábio Bahia, Alex Maranhão e Mazola (Cafu); Paulo Henrique (Pablo), Éder Luis e Alecsandro (Henan). Técnico: Silas.

PONTE PRETA - Ygor; Arnaldo (Tiago Real), Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Nathan, Gerson Magrão, Matheus Oliveira (Giovanni) e Matheus Vargas; Hugo Cabral (Matheus Alexandre) e Thalles. Técnico: Jorginho.

GOLS - Thalles, aos 39 minutos do primeiro tempo; Cafu, a 1, e Nathan, aos 17 do segundo.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza.

CARTÕES AMARELOS - Paulo Henrique, Luizão e Alex Maranhão (São Bento); Nathan e Matheus Oliveira (Ponte Preta).

RENDA - R$ 45.200,00.

PÚBLICO - 2.965 pagantes.

LOCAL - Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Hercílio Luz é condenado por escalação irregular com perda de três pontos e multa de R$ 15 mil

Já eliminado, Leão do Sul perde vaga nas quartas de final do Campeonato Catarinense
Hercílio Luz é condenado por escalação irregular com perda de três pontos e multa de R$ 15 mil
Esportes

Jaraguá Futsal vence o Pato pela Copa do Brasil

Com o resultado, o Jaraguá pode até empatar o duelo de volta que se classifica à segunda fase
Jaraguá Futsal vence o Pato pela Copa do Brasil
Geral

Marcada data da licitação do Centro de Treinamento Esportivo

O projeto prevê duas quadras poliesportivas com arquibancadas, vestiários, banheiros, sala administrativa e depósito/almoxarifado
Marcada data da licitação do Centro de Treinamento Esportivo
Esportes

Denúncia de escalação irregular suspende duelo pelas semifinais em SC

Caso envolve defensor do Hercílio Luz, time eliminado pela Chapecoense
Denúncia de escalação irregular suspende duelo pelas semifinais em SC
Ver mais de Esportes