105 Ouça
Esportes

Flamengo supera Barcelona e desfalques pela covid-19 na Libertadores

Rubro-negro teve 11 ausências, sendo sete contaminados pelo vírus

23 Set 2020 - 06h10Por Agência Brasil
Flamengo supera Barcelona e desfalques pela covid-19 na Libertadores - Crédito: Alexandre Vidal / Flamengo Crédito: Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo se recuperou da goleada por 5 a 0 sofrida na última quinta-feira (17) para o Independiente Del Valle (Equador) em grande estilo. Nesta terça-feira (22), novamente em território equatoriano, o Rubro-Negro deixou para trás os problemas causados pelos 11 desfalques da equipe, sete deles contaminados pelo novo coronavírus (covid-19), e superou o Barcelona local no estádio Monumental de Guayaquil. A vitória por 2 a 1, na raça, deixou o time carioca com a classificação encaminhada às oitavas de final da Libertadores.

O resultado levou o Flamengo a nove pontos, na segunda posição do Grupo A, após quatro rodadas. O líder é o Del Valle, com quem os brasileiros se reencontrarão na próxima quarta-feira (30), no Maracanã, às 21h30 (horário de Brasília). Antes disso, neste domingo (27), o Rubro-negro visita o Palmeiras, no Allianz Parque, às 16h, pela 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Já o Barcelona, zerado na Libertadores, está eliminado e só cumpre tabela nas duas partidas finais da primeira fase.

As ausências por causa da covid-19 foram os laterais Maurício Isla, Matheuzinho e Filipe Luís, o meia Diego Ribas e os atacantes Michael, Vitinho e Bruno Henrique. Além deles, o goleiro Diego Alves (lesão no ombro esquerdo), o zagueiro Gustavo Henrique (suspenso) e os atacantes Gabriel Barbosa e Pedro Rocha (ambos com lesões na coxa) também não estiveram à disposição.

Mesmo com tantos desfalques, o Flamengo atuou solto, com tramas rápidas, aproveitando-se da marcação frouxa do Barcelona. Aos cinco minutos, após jogada individual pela esquerda, o volante Gerson encontrou Pedro livre na entrada da área. O centroavante, substituto de Gabriel, teve tempo de dominar e bater entre as pernas do goleiro Javier Burrai, abrindo o placar.

O Rubro-negro serguiu envolvendo o time equatoriano. Aos 17 minutos, os meias Everton Ribeiro e De Arrascaeta bombardearam a meta em sequência, mas pararam em Burrai. Aos 25, a dupla não desperdiçou. Aberto na direita, Everton Ribeiro recebeu de Pedro e cruzou para Arrascaeta, que recebeu com liberdade e chutou na saída do goleiro, ampliando em Guayaquil.

Na etapa final, foi a vez de a defesa rubro-negra bobear. Aos três minutos, o atacante Cristian Colmán foi lançado pelo meia Michael Arroyo, às costas do lateral-esquerdo Renê, que atuou no lugar de Filipe Luís. Ele rolou para dentro da área, encontrando o meia Emmanuel Martínez livre, após se desvencilhar da marcação, para diminuir.

O Flamengo sentiu o gol e já não encontrava a mesma facilidade para chegar à área do Barcelona, apesar da marcação rival seguir frouxa. Já o time equatoriano passou a encontrar brechas na defesa rubro-negra. Aos 16 minutos, o lateral Gustavo Vallecilla levantou na pequena área, Martínez dominou a frente de Léo Pereira e rolou para Colmán, que, mesmo com o goleiro César deslocado e o gol vazio, pegou de canela na bola, facilitando a defesa.

Precisando buscar o resultado, o técnico do Barcelona, Fabián Bustos, recheou o time da casa de atacantes. Apesar de sufocado e de sofrer com o desgaste físico, o Flamengo segurou a pressão e garantiu uma vitória memorável em Guayaquil.

Logística extra

O time carioca teve que fretar um voo e trazer quatro jogadores do Brasil: o lateral João Lucas (único deles que já integra o elenco profissional), o zagueiro Natan e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz. O voo saiu de Goiânia na segunda-feira (21) à noite e teve de fazer escala em Manaus para abastecimento. Inicialmente impedido de sobrevoar o espaço aéreo do Peru, o avião com os rubro-negros só foi liberado por volta das 13h (horário de Brasília) desta terça-feira. Os atletas chegaram a Guayaquil cerca de três horas antes do jogo começar.

Vai ou não vai?

A realização da partida esteve ameaçada durante todo o dia. Pela manhã, o Flamengo revelou que, além dos jogadores contaminados, o médico Márcio Tannure e o ex-zagueiro Juan (que integra o departamento de futebol) também contraíram o vírus. No início da tarde, a prefeita de Guayaquil, Cynthia Viteri, anunciou que autoridades sanitárias locais visitariam o hotel onde o Rubro-Negro está hospedado. Em seguida, o diretor municipal de Saúde, Carlos Luís Salvador, afirmou que o estádio Monumental estaria “inabilitado” para o jogo.

A informação, porém, foi negada pela prefeita. Pelo Twitter, Viteri disse que estava à espera de uma posição do governo equatoriano e que adotaria os protocolos determinados pelo Ministério da Saúde do país. A resposta definitiva veio por volta das 16h15, a três horas de a bola rolar. Também em postagem na rede social, o ministro Juan Carlos Zevallos liberou a disputa da partida.

Veja a classificação atualizada da Taça Libertadores.

Edição: Fábio Lisboa

 
GNet

Matérias Relacionadas

Esportes

Jaraguá do Sul será palco da chegada do Transcatarina em 2022

A 14ª edição do Transcatarina será realizada de 05 a 09 de julho, e Jaraguá do Sul já está confirmada no roteiro
Jaraguá do Sul será palco da chegada do Transcatarina em 2022
Esportes

Time de basquetebol garante vaga para a final da Copa SC

Competição ocorre de 10 a 12 de dezembro em Brusque
Time de basquetebol garante vaga para a final da Copa SC
Esportes

Atletas de taekwondo são destaques em evento nacional

Evento ocorreu no Rio de Janeiro e contou com mais de três mil atletas de todos os estados inscritos
Atletas de taekwondo são destaques em evento nacional
Esportes

São João do Itaperiú terá pedal do Circuito Vale dos Encantos no domingo

São mais de 35 quilômetros de uma experiência incrível, onde a paisagem rural surge agora colorida pela árvore pioneira brasileira da Mata Atlântica o jacatirão
São João do Itaperiú terá pedal do Circuito Vale dos Encantos no domingo
Ver mais de Esportes